Terça-feira, 23 de Outubro de 2018
Telefone: (54) 3332-1699
Curta nossa página no Facebook:
22°
17°
18°C
Não-Me-Toque/RS
Nublado
Destaques

Idosos e deficientes devem fazer cadastro para ter direito a estacionamento

01.02.2016 10h33  /  Postado por: upside

O cidadão que possui mais de 60 anos de idade e o portador de deficiência física deve solicitar o cartão que garante o direito em todo território nacional de estacionar o veículo nos locais demarcados para idosos e deficientes.

Para fazer garantir a vaga especial de estacionamento, em Não-Me-Toque, a pessoa pode ir à Secretaria Municipal de Assistência Social. Segundo informações da própria Secretaria, o cidadão tem que apresentar os seguintes documentos: carteira de identidade, CPF, CNH e comprovante de residência.

Conforme o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) as carteiras que dão direito às vagas de estacionamento valem para todo o território nacional, com prazo de dois anos. A renovação também é feita na Secretaria de Assistência Social, com apresentação da mesma documentação.

Quem estaciona nas vagas exclusivas sem a credencial está sujeito à multa e cinco pontos na carteira

Quem estaciona nas vagas exclusivas sem a credencial está sujeito à multa e cinco pontos na carteira

– É importante a identificação com o cartão que pode ser usado em qualquer outra cidade garantindo o direito do estacionamento – enfatizou Silvia Loss, coordenadora do Centro de Referência de Assistência Social (Cras).

De acordo com a Brigada Militar, o idoso, deficiente e motorista com menos de 60 anos, que estacionar na vaga especifica, sem o documento, está sujeito à multa. A identificação deve ficar sob o painel, em local visível. A BM está pedindo a colaboração da população para que denuncie qualquer descumprimento que poderá levar a uma multa no valor de R$ 127,00 e cinco pontos na CNH – infração grave.

A Assistência Social informou que em janeiro há uma demanda maior na renovação do cartão. A expectativa é de que neste mês de janeiro ocorra mais de 30 pedidos de cartões, superando a média de 10 a 20, por mês.

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.