Terça-feira, 16 de Outubro de 2018
Telefone: (54) 3332-1699
Curta nossa página no Facebook:
26°
14°
14°C
Não-Me-Toque/RS
Noite limpa
Meio Ambiente

Município estuda viabilidade para cooperativa de catadores

09.09.2016 17h46  /  Postado por: upside

O Departamento de Meio Ambiente de Não-Me-Toque está estudando a possibilidade da implantação de uma cooperativa para as pessoas que atuam como catadores de lixo. A prefeita Teodora Lütkemeyer e a secretária da Assistência Social Clereci Schenkel, se reuniram com a equipe do Departamento do Meio Ambiente sobre as probabilidades, na manhã de terça-feira (23).

O município está com plano de integrar o Projeto Profissão Catador, da Unicruz, que conta com patrocínio da Petrobras, e envolve a Secretaria Nacional de Economia Solidaria e Ministério do Trabalho e Emprego. A Unicruz já conta com as prefeituras de Cruz Alta, Salto do Jacuí, Tupanciretã e Júlio de Castilhos, parceiras do projeto. A principio o surgimento da cooperativa terá a participação em forma de convênio com o governo municipal, além de trabalhar para encontrar a melhor área e estrutura de trabalho.

Governo local estuda a viabilidade de o município trazer o Projeto Profissão Catador

Governo local estuda a viabilidade de o município trazer o Projeto Profissão Catador

O projeto estabelece alternativas para organização dos catadores como criação de associações para coleta, separação, armazenamento e comercialização de matérias recicláveis. O conhecimento de como funciona a cooperativa de perto virá de uma possível visita a cidade de Ibirubá, que apoia o desenvolvimento do Projeto Profissão Catador em conjunto com a Unicruz.

Em março, a assessoria de imprensa da Prefeitura de Ibirubá, publicou a matéria com o título “Projeto Profissão Catador motiva criação de Associação.” Segundo a reportagem, o projeto auxilia na melhora das condições de quem trabalha com o material descartado pela população.

 

 

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.