Terça-feira, 23 de Outubro de 2018
Telefone: (54) 3332-1699
Curta nossa página no Facebook:
22°
17°
18°C
Não-Me-Toque/RS
Nublado
Destaques

Deputado Jerônimo pede mobilização pela permanência da BR 386 permanecer no bloco de concessões do Estado

07.04.2017 16h56  /  Postado por: upside
Concessão pode ficar onde rodovia já recebeu investimentos

Concessão pode ficar onde rodovia já recebeu investimentos

Fortalecer a mobilização regional em prol de um novo modelo de pedágios trouxe o deputado Jerônimo Goergen (PP) à região nesta semana. O encontro com lideranças ocorreu no gabinete do prefeito de Carazinho Milton Schmitz, com representantes de sete municípios da região, na segunda-feira (03). De Não-Me-Toque participaram o vice-prefeito Pedro Paulo Falcão da Rosa e o secretário de Cultura, Desporto e Turismo Valdir Alberi Kirst.

De acordo com o deputado a Agência Nacional de Transportes Urbanos ANTT pode deixar a BR-386 fora do bloco de concessões no RS. Goergen informou que foi criado um grupo de trabalho com representantes de Lajeado, Montenegro e Carazinho que vai dizer, se há interesse na concessão da BR-386 e qual seria o valor adequado para o pedágio.

– Precisamos entrar com força no grupo inclusive com participação dos três Conselhos Regionais de Desenvolvimento.  A região precisa definir o que vai querer. De Soledade para baixo ficamos de fora do grupo. A região precisa estar presente na reunião de sexta na ANTT e exigir a discussão do pedágio – orientou o deputado.

Na primeira reunião do Grupo de Trabalho formado por líderes dos vales do Taquari, Caí e Alto do Botucaraí ocorreu na sede da Secretaria de Transportes, em Porto Alegre, e gerou novas perspectivas para as concessões.  Os técnicos da ANTT excluíram da proposta a praça de Santa Catarina, transferindo essa para a BR-101. Sobre a BR-386, a sugestão dos Coredes é transferir um dos quatro pedágios para a “Rodovia do Parque.” A Agência se comprometeu a calcular e modular a possibilidade de ampliar a concessão até Iraí.

Pela proposta original, serão concedidos 260 quilômetros da BR 386 à iniciativa privada entre Canoas e Carazinho. Já os 180 quilômetros restantes, entre Carazinho e Iraí – um dos piores trechos da pista simples da rodovia federal – não fazem parte do projeto de concessão anunciado pelo Ministério dos Transportes. A ANTT já iniciou inclusive novos estudos para reduzir os valores das tarifas. Tarifa Única é outra proposta. Hoje a previsão é cobrar R$ 7 em Montenegro, R$ 11 em Fazenda Vila Nova, R$ 9,50 em Soledade e R$ 8,60 em Tio Hugo.

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.