Terça-feira, 23 de Outubro de 2018
Telefone: (54) 3332-1699
Curta nossa página no Facebook:
24°
17°
23°C
Não-Me-Toque/RS
Nublado
Destaques

Lar do Idoso debate doença do Alzheimer em seminário

Lar do Idoso debate doença do Alzheimer em seminário
17.09.2018 00h20  /  Postado por: upside
Felipe Keller | A Folha | A Folha do Sul

O Lar do Idoso São Vicente de Paulo organizou, com apoio da Secretaria Municipal de Assistência Social e Conselho Municipal do Idoso, 1º Seminário Regional da Doença de Alzheimer. O evento ocorreu na tarde e noite de quarta-feira (12) no Centro Catequético da Paróquia Cristo Rei. O mês de setembro, no dia 21, é conhecido como o Dia Mundial da Doença de Alzheimer. Os painéis reuniram profissionais da área médica, enfermagem, nutrição fonaudiologia e terapia ocupacional.

Seminário do Lar do Idoso promoveu informações sobre Alzheimer demência incurável

O público teve a participação de grupos da terceira idade, representantes das secretarias municipais da região e comunidade em geral interessada em obter informações sobre a doença. Segundo o Lar do Idoso, dos 42 residentes, dez têm a doença de Alzheimer

Os profissionais que apresentaram os painéis foram à fonoaudióloga Carine Dias, médico geriatra Dr. Anaor Silva Aguiar, nutricionistas Deisi Seidenfuns e Jéssica Lima, a terapeuta ocupacional Patrícia Mariani, as enfermeiras Andrea Erpen e Elieze Barboza. De acordo com a psicóloga do Lar do Idoso, Eliane Birk Schuster, o seminário integrou várias áreas para saúde do idoso.

Mais informações sobre a demência podem ser obtidas no site da Associação Brasileira de Alzheimer (abraz.org.br) e Congresso Nacional de Alzheimer (conaz.com.br). O seminário teve apoio da gráfica Battisgraf. O Lar está organizando Café Colonial que acontece no dia 6 de outubro, às 19h30min, no Salão Cristo Rei. Para retirar a partir das 18h até as 19h. O valor do cartão R$ 35,00 com a diretoria, madrinhas, no Lar e familiares.

O que é e entenda mais sobre Alzheimer

Segundo informações da Biblioteca Virtual em Saúde vinculado ao Ministério da Saúde, o Alzheimer é uma forma de demência neurodegenerativa em pessoas de idade. A doença instala-se quando o processamento de certas proteínas do sistema nervoso central começa a dar errado. Com elementos tóxicos ocorre perda progressiva de neurônios em certas regiões do cérebro prejudicando a memória, a linguagem, o raciocínio e reconhecimento de estímulos sensoriais. A doença é incurável e o objetivo do tratamento é retardar a evolução e preservar por mais tempo possível as funções intelectuais da pessoa.

Estágios da doença

Inicial: alterações na memória, na personalidade e nas habilidades visuais e espaciais. Moderada: dificuldade para falar, realizar tarefas simples e coordenar movimentos. Agitação e insônia. Grave: resistência à execução de tarefas diárias. Incontinência urinária, fecal e dificuldade para comer. Terminal: restrição ao leito. Mutismo. Dor à deglutição. Infecções intercorrentes.

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.