Segunda-feira, 15 de Agosto de 2022
Telefone: (54) 3332-1699
Whatsapp: 054 9 9715-2658
Clique para Ouvir
Tempo nublado
22°
14°
23°C
Não-Me-Toque/RS
Tempo nublado
Ao Vivo:
Esportes

As marcas de um Zeskamp

26.07.2012 21h00  /  Postado por: upside

O evento que reuniu a seis colônias holandesas no Brasil para os jogos de integração, realizado nos dias 18 a 21, em Não-Me-Toque, merece nota 10 do coordenador Willibrordus van Lieshout.
– Os participantes, as comissões organizadoras, os patrocinadores, os apoiadores e moradores de Não-Me-Toque estão de parabéns. Estamos agradecidos e felizes por ver que tudo saiu muito bem, sem qualquer incidente e acidente, com apoio e receptividade da nossa comunidade – avaliou van Lieshout. (Ver agradecimento na página 5)
Durante os quatro dias de competição, as colônias holandesas mostraram esperteza, agilidade, trabalho em equipe e superação. Os visitantes, em número de 4 mil, trouxeram consigo, além do desejo de rever amigos, a alegria e o espírito esportivo que são comuns nesta evento que teve sua 35ª edição
A abertura oficial do 35° Zeskamp (Olimpíadas Intercolonial Holandesa), realizada na noite de 18 de julho, começou com a entrada das delegações e a apresentação da Cia de Danças, na quadra poliesportiva do Ginásio Poliesportivo Breno Kirinus, reunindo autoridades da cidade, o Cônsul Geral dos Países Baixos no Brasil, Jan Gijs Schouten, os representantes das empresas patrocinadoras.
No Consulado em São Paulo desde outubro do ano passado, Schouten ficou impressionado com o que viu em Não-Me-Toque com relação à contribuição dos holandeses ao desenvolvimento e com a sociedade, percebida durante as visitas realizadas na Stara e na Jan e, também, no Lar do Idoso São Vicente de Paulo, obra mantida com grande apoio dos holandeses não-me-toquenses.
– É muito bom ver que nosso povo foi bem recebido e está perfeitamente integrado às comunidades brasileiras, participando do seu desenvolvimento e retribuindo a acolhida – comentou o cônsul.
O evento reuniu cerca de 1.100 atletas que disputaram, antes do Zeskamp (gincana), torneios de futsal, futebol e vôlei nas modalidades masculina e feminina, nas categorias veterana, livre, juvenil, infantil e mirim, além das provas do Zeskamp.
Segundo o presidente da Associação Holandesa de NMT, Johannes van Riel, o evento envolve muito mais que competições, pois promove a lealdade, o companheirismo e a amizade.
– No Zeskamp, a competição é apenas um pretexto para promover a integração das comunidades holandesas com o acolhedor e receptivo povo brasileiro – afirmou van Riel manifestando a gratidão que sentem.
A organização contou com a participação da Asbam, Lar do Idoso, Escoteiros Guardiões da Nascente, Apae, Instituto Michelangelo, GDA Immer Lustig und Durstig e CTG Galpão Amigo que trabalharam na praça de alimentação servindo o público do evento. Todo o lucro ficou com as entidades.

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.
Utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, de acordo com a nossa Página Inicial e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Prosseguir