Quarta-feira, 13 de Novembro de 2019
Telefone: (54) 3332-1699
Curta nossa página no Facebook:
Tempo nublado
26°
18°
25°C
Não-Me-Toque/RS
Tempo nublado
Política

Propaganda eleitoral no rádio começa dia 21

09.08.2012 21h00  /  Postado por: upside

A Justiça Eleitoral da 117ª zona reuniu candidatos e representantes dos partidos e coligações para definir regras da propaganda eleitoral da campanha que já está em curso. A reunião realizada na sala das sessões da Câmara de Vereadores, em Não-Me-Toque, foi presidida pela juíza eleitoral Greice Wit e teve a participação do promotor eleitoral Cristiano Ledur e da chefe do Cartório Eleitoral Katiane Worm.
A propaganda eleitoral gratuita que terá espaço no rádio começa dia 21 de agosto com uma hora de duração por dia dividido em dois espaços de 30 minutos (7h e às 12h), de segunda a sábado. As segundas, quartas e sextas será reservadas à publicidade das majoritárias (candidatos a prefeito e vice); as terças, quinta e sextas aos candidatos a vereador.
O tempo destinado a cada coligação será definido através de fórmula que leva em consideração o número de cadeiras ocupadas na Câmara Federal pelos partidos que compõe cada coligação. A Coligação Não-Me-Toque é a nossa bandeira (PP, PT, PMDB e PTB) terá um tempo diferente da coligação Renovar para um Futuro Melhor (PDT, PCdoB e PV). Esta informação estará disponível para os partidos na segunda-feira (13) à tarde.
A rádio Ceres será a geradora dos programas que serão retransmitidos pelas rádios Magia e Comunitária. Os partidos deverão entregar na Rádio Ceres o CD com o conteúdo da propaganda eleitoral pronto e com antecedência.
Os candidatos definiram, junto com os representantes da Justiça Eleitoral, que não haverá propaganda em cavaletes em nenhuma das cidades desta zona eleitoral, Não-Me-Toque, Tio Hugo e Victor Graeff.
O representante do Ministério Público, Cristiano Ledur, alertou sobre as denúncias:
– As denúncias de irregularidade deverão vir acompanhadas de provas, gravação, fotografia ou testemunha. Não vamos provocar a Justiça com denúncias vazias.
Ledur também garantiu que seu estilo é o bom senso.
– Não existe um elemento que vai impedir um candidato. O Ministério Público não é um instrumento para atingir alguém – destacou diante dos candidatos, alertando para que cumpram o que diz a lei.

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.