Quarta-feira, 01 de Dezembro de 2021
Telefone: (54) 3332-1699
Whatsapp: 054 9 9715-2658
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Tempo limpo
26°
13°
22°C
Não-Me-Toque/RS
Tempo limpo
Ao Vivo:
Geral

Mesários recebem preparação

27.09.2012 22h00  /  Postado por: upside

Nas manhãs dos dias 25 e 26 de setembro ocorreu o curso de preparação para mesários que atuarão nas eleições municipais em Não-Me–Toque. A Câmara de Vereadores foi à sala de aula das equipes de mesários para o treinamento preparatório que aborda a elaboração prática de atuação voluntária que todo mesário terá no dia da eleição. O mesmo treinamento preparativo já foi realizado no dia 17 de setembro em Tio Hugo e no dia 18 de setembro em Victor Graeff.
Utilizado desde as eleições de 1996, o Brasil se destaca pela informatização, tecnologia e comunicação rápida dos resultados, evitando possíveis fraudes. O método eletrônico de votação simplifica e traz segurança, privacidade para todos os candidatos e eleitores. Mesmo assim, as duas horas de preparação são necessárias para qualificar, tirar dúvidas aprimorando o conhecimento em relação às situações adversas com os eleitores, como ter dificuldades para votar. O treinamento prepara para toda operação desde o teste inicial até a montagem e o recebimento do eleitor no local de votação, como também o procedimento de enceramento das eleições.
Um vídeo mostrou as funções especificas para o trabalho no dia da eleição, que começa para os fiscais e mesários às 7 horas da manhã, para que o processo de votação não atrase e inicie, pontualmente, às 8 horas, em todas as seções. Normalmente os primeiros a votar são policiais militares, que farão a segurança, juízes e todos que estão trabalhando durante o dia da eleição.
Segundo Katiane Worn, chefe do Cartório Eleitoral, o número de pessoas que irão trabalhar no pleito eleitoral do município é de 172 mesários, sendo quatro em cada sessão, que terão como objetivo e missão manter as eleições de forma organizada até o fechamento e a apuração das 62 urnas que serão instaladas nos diferentes locais de votação na cidade e interior. Caso haja interrupção no fornecimento de energia, a urna eletrônica possui bateria, o que manterá a votação normalmente.
– O trabalho começa um dia antes, no sábado, quando o presidente ou primeiro mesário estarão no ponto de votação observando a urna, fazendo conferência e testando o equipamento, finalizado o procedimento ligando para o Cartório Eleitoral – explicou Katiane.

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.
Utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, de acordo com a nossa Página Inicial e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Prosseguir