Segunda-feira, 28 de Setembro de 2020
Telefone: (54) 3332-1699
Whatsapp: 54 9 9932 7709
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Tempo nublado
19°
11°
14°C
Não-Me-Toque/RS
Tempo nublado
Ao Vivo:
Destaques

Hospitais Notre Dame adotam gestão corporativa

Hospitais Notre Dame adotam gestão corporativa
Daniel Griep, Rafael Scolari e Andreia Warken estiveram na redação d’A Folha para anunciar nova forma de gestão
18.01.2013 09h29  /  Postado por: upside

Daniel Griep, Rafael Scolari e Andreia Warken estiveram na redação d’A Folha para anunciar nova forma de gestão

A saída do administrador do Hospital Júlia Billiart Jorge Valdemar de Souza, que retornou à região metropolitana de Porto Alegre, onde mora sua família, antecipou as mudanças na forma de gestão dos hospitais da Rede Notre Dame que estavam traçadas no plano estratégico.
A partir desta semana as instituições Hospital Júlia Billiart de Não-Me-Toque e Hospital São Sebastião de Espumoso, adotam o que há de mais atual em sistemas de gestão corporativa: um grupo de gestores assume responsabilidade por setores e compartilham decisões.
Rafael Scolari que até então vinha atuando como administrador do Hospital ND em Espumoso assume como coordenador administrativo e financeiro da Rede de Hospitais Notre Dame. Daniel Rubens Griep, que atuava como gestor de TI e da contabilidade, foi promovido a supervisor administrativo do Hospital em Não-Me-Toque. O anúncio aos colaboradores das duas instituições ocorreu nesta semana e ao público durante visita à redação do jornal A Folha.
Andréia Kemerich Warken, coordenadora de marketing, acompanhou Rafael Scolari e Daniel Grip na apresentação.
– Nossa visão como instituição é ser referência regional em serviços em saúde e a proposta da gestão corporativa vem ao encontro do trabalho regional que a Rede Notre Dame já está praticando– explicou Andréia.
O novo coordenador administrativo e financeiro vai continuar residindo em Espumoso – distante 32 km de Não-Me-Toque – mas vai estar presente para pensar, propor e agir em busca do crescimento das duas instituições.
– É um desafio que aceitei por estar plenamente envolvido no processo de gestão – afirmou Scolari. Ele acredita que o novo sistema vai permitir ampliar as ações que já estavam sendo pensadas em termos conjuntos. Os convênios com prefeituras da região que vinham sendo prestados ou pelo Hospital São Sebastião ou pelo Hospital Júlia Billiart poderão ser oferecidos no mesmo convênio para serem prestadas em ambas as instituições de saúde.
– Temos diferentes serviços de diagnósticos que poderão ser oferecidos ao público ampliando a rede de serviços. Neste contexto, os investimentos também passarão a ser feitos pensando na rede, não mais na individualidade, o que vai proporcionar ganho aos usuários – esclareceu Rafael Scolari.
A partir desta semana o grupo gestor começa um novo ciclo contando com o integral apoio da Congregação das Irmãs de Nossa Senhora que há cerca de 15 anos ousaram contratar um administrador para os hospitais da rede, profissionalizando a atividade, mas mantendo a filosofia da instituição que tem inspiração na vida de santa Júlia Billiart.

Por: Helaine Gnoatto Zart / A FOLHA

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.