Terça-feira, 17 de Setembro de 2019
Telefone: (54) 3332-1699
Curta nossa página no Facebook:
Alguns chuviscos
19°
14°
16°C
Não-Me-Toque/RS
Alguns chuviscos
Colunista e Opinião

Para quem gosta de refletir

18.01.2013 09h47  /  Postado por: upside

Charles Morais
charlesmanolo@hotmail.com

Falar sobre morte é complicado. Escrever sobre ela, ler sobre, compreender, nos traz mais para perto de uma forte realidade. Viver é morrer a cada dia. Estamos morrendo. “É porque cada um, por mais assistido que esteja em sua agonia, está inexoravelmente condenado a morrer só, e é também porque, quando choramos os mortos, é sempre por nós mesmos que choramos na realidade” – Heidegger.

Consciência gostaria que todos tivessem. Vivemos enganados com falsas promessas, falsas pessoas, uma sociedade regida pela imitação. As maiorias das pessoas são cópias de outras, pessoas são em si só alguém. Consciência para acordar e ver que a morte esta logo ali, ter consciência que se morre um dia. Que por mais aplaudidos que somos, vamos embora daqui só.
O que fazer? Para poder viver cada dia, ao invés de morrer? Pense! O que pode dar vida a sua vida? O que é vida? Não precisa responder, a resposta a cada um pertence.
Único, todos nós somos únicos, nos percebemos em conversas, somos diferentes, somos partículas de um mundo. E vivemos tentando ser iguais? Agir iguais? Viver iguais? Ter ideias iguais? E principalmente o que a maioria faz: criticar de forma igual.
Bah, tchê! Alguns viventes se salvam. Observem as pessoas, tentam conversar uma vez com elas por cinco minutos e notem que conhecer o outro é quebrar pré-conceitos estabelecidos por más interpretações. Conhecer o outro e deixar de criticar. E respeitar, respeitar sua diferença sua personalidade e suas crenças.
Sempre ouvimos críticas. Tentar conhecer antes de criticar, um desafio antes da morte. Se a dita um dia chegar, não sei quando, ninguém sabe. Que tal começar viver nossa personalidade, tentar expor aquelas ideias malucas que temos que acabamos deixando guardada porque a sociedade é autocrítica.
Criticar, plantar pré-conceitos é abortar sonhos. Atrofiar ideias.
Conversar, incentivar é dar vida à vida. Compreender, compreender, vamos aprender a compreender. Barramos diariamente com as mesmas pessoas da nossa rotina. Conhecer um pouco mais delas, não acabaria com nosso tempo. Porque tempo se renova, vida é uma só. Ideias simples, palavras simples de uma simples e pequena reflexão.

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.