Sábado, 27 de Novembro de 2021
Telefone: (54) 3332-1699
Whatsapp: 054 9 9715-2658
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Tempo nublado
22°
16°
16°C
Não-Me-Toque/RS
Tempo nublado
Ao Vivo:
Agronegócios

Senadora Ana Amélia denuncia situação das estradas de acesso à Expodireto

Senadora Ana Amélia denuncia situação das estradas de acesso à Expodireto
Trecho de 16 quilômetros entre Tio Hugo e Victor Graeff apresenta muitos buracos
22.02.2013 10h39  /  Postado por: upside

Trecho de 16 quilômetros entre Tio Hugo e Victor Graeff apresenta muitos buracos

Deficiência nos portos, rodovias, ferrovias, aeroportos e hidrovias dificultam crescimento da agricultura e do País
Tema da Comissão de Agricultura e Reforma Agrária do Senado que terá audiência pública durante a Expodireto Cotrijal, no próximo dia 8 de março, a infraestrutura brasileira é um dos gargalos da produção, armazenagem e transporte agrícola.

A reunião, que será realizada às 14h em Não-Me-Toque e transmitida ao vivo pela TV Senado, vai debater os desafios recorrentes do agronegócio, como as dificuldades de infraestrutura, com lideranças nacionais do setor.
A senadora Ana Amélia (PP-RS) pediu, em discurso no Plenário nesta terça-feira (19), que o governo federal melhore a infraestrutura do país para valorizar o trabalho do setor agrícola. A senadora ressaltou que o campo é que tem sustentado o superávit na balança comercial e a economia brasileira que vive um momento de inflação.
Ana Amélia disse que as políticas do governo federal para reanimar a economia e para conter a inflação precisam considerar a importância do campo e de seus impactos positivos para a economia.
– O campo é que vem conseguindo assegurar superávit na balança comercial. Não fosse o campo, a situação do país, da economia brasileira, em matéria de produção estaria extremamente mais vulnerável e fragilizada – enfatizou.
A senadora apresentou dados sobre o aumento dos preços dos alimentos. Segundo o levantamento feito pelo Valor Econômico, os alimentos e as bebidas ficaram 11,07% mais caros nos últimos 12 meses.
– Isso é também preocupante. É um aumento de preços bem acima da média nacional – frisou.
Para Ana Amélia, o governo precisa olhar para os problemas do país com visão estratégica, melhorando a infraestrutura, como portos, rodovias, ferrovias, aeroportos e hidrovias.
– Da porteira para dentro eles são muito produtivos, mas quando eles precisam vender grãos para outros países, ou transportar, ou fazer o escoamento da sua produção mesmo no território nacional, os problemas aumentam e são infinitos – afirmou.
A senadora citou o problema de uma rodovia no Rio Grande do Sul, a RS-223, trecho de 16 quilômetros entre Tio Hugo e Victor Graeff, que serve de acesso à Expodireto, uma das maiores feiras de agronegócio da América Latina, que ocorre anualmente no município de Não-Me-Toque.
– Os buracos e as dificuldades de acesso, especialmente em período de chuva, são constantes há mais de uma década e muitos protestos já foram realizados. É lamentável que uma das principais feiras de agronegócio da América Latina tenha limitações básicas de acesso – disse.
O pacote do governo federal, num total de R$ 370 bilhões, em favor da melhoria da infraestrutura nacional lançado no início deste mês foi considerado oportuno por Ana Amélia. Mas a senadora disse que o governo precisa tornar o investimento mais atraente, pois seriam necessários de R$ 400 bilhões a R$ 500 bilhões para melhorar a infraestrutura do país.
A percepção popular da importância da agricultura, segundo a senadora esteve presente no carnaval do Rio de Janeiro, através da Escola de Samba Unidos de Vila Isabel que sagrou-se campeã com enredo e alegorias mostrando a importância da agricultura para o mundo.
– É importante que o som retumbante da bateria da Vila Isabel chegue aos ouvidos do governo para mostrar a necessidade, a importância e a urgência de que seja melhorada a infraestrutura para um melhor escoamento da safra agrícola brasileira – disse a senadora.
Audiência Pública
A Comissão de Agricultura e Reforma Agrária do Senado (CRA), integrada também pela senadora Ana Amélia, vai promover audiência pública no próximo dia 8 de março, durante a programação da Expodireto/Cotrijal.
A reunião, que será realizada às 14h em Não-Me-Toque e transmitida ao vivo pela TV Senado, vai debater os desafios recorrentes do agronegócio, como as dificuldades de infraestrutura, com lideranças nacionais do setor.

Fonte: Assessoria de Imprensa da senadora Ana Amélia (PP-RS)

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.
Utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, de acordo com a nossa Página Inicial e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Prosseguir