Sexta-feira, 06 de Dezembro de 2019
Telefone: (54) 3332-1699
Curta nossa página no Facebook:
Ensolarado
25°
12°
25°C
Não-Me-Toque/RS
Ensolarado
Colunista e Opinião

Média do crescimento da violência contra o idoso no Estado é superior a nacional

12.08.2014 18h04  /  Postado por: upside

25 mil idosos vieram a óbito vitimados por diferentes formas de violações em 2013 – com 68,6 casos por dia.

 Dentre 2012 e 2013, os boletins de ocorrências relacionados à violência contra os idosos apresentaram aumento de 80,5% no Estado, índice maior que a média nacional – de 65,5% no Brasil. Na capital gaúcha, a Delegacia de Polícia de Proteção ao Idoso registrava a cinco anos cerca de 2,8 inquéritos policiais e termos circunstanciados por dia. Hoje, a amostragem mais que dobrou – saltando para 5,9. Somente no primeiro semestre deste ano, o número desses procedimentos (1076) já ultrapassava o total de 2009 (1014).

Geografia da violência

O sexo feminino representa a maior parcela de vítimas (64,09%). Por outro lado, os parentes (filhos e netos) são os principais possíveis agressores de acordo com a  Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República – somando 59,6% das ocorrências recebidas pelo Disque 100. Já entre as principais modalidades de violações denunciadas são negligência, violência psicológica, abuso financeiro e econômico, violência física e violência institucional (aquela praticada em instituições prestadoras de serviços públicos).

Para a especialista em Direito Civil , advogada Luciane Lovato Faraco – diretora da Sociedade Limongi Faraco Ferreira Advogados, existe relevante índice de subnotificação da violência contra indivíduos de 60 anos ou mais. Ou seja, o número de ocorrências é muito maior do que se constata nas pesquisas. Fora o fato do aumento da população mais velha, o crescimento do registro de denúncias pode estar relacionado a um maior conhecimento da comunidade perante aos direitos dos  idosos.

— A violência no âmbito doméstico, ou não, é crime e  precisa ser denunciada junto aos órgãos competentes.

Óbitos preocupam SDH

Cerca de 25 mil idosos vieram a óbito no Brasil vitimadas por diferentes formas de violações em 2013 – com 68,6 casos por dia. A Secretaria alega estar tomando medidas, citando como exemplo: a criação das delegacias especializadas e o recebimento de denúncias de agressões contra idosos através do Disque 100. Segundo o último censo do IBGE, o País conta com 202,3 milhões de habitantes – desses 7,64% são idosos, índice que deverá subir para 13,44% em 2030.

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.