Segunda-feira, 18 de Outubro de 2021
Telefone: (54) 3332-1699
Whatsapp: 054 9 9715-2658
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Parcialmente nublado
22°
10°
11°C
Não-Me-Toque/RS
Parcialmente nublado
Ao Vivo:
Destaques

Pai e filho pedalam juntos dos Pampas à Capital de MS

12.01.2015 08h47  /  Postado por: upside

Dupla percorreu 1.350 quilômetros em bicicletas, tudo para ficar mais unida

Sob aplausos de parentes e amigos, o autônomo Luciano Graeff, 51 anos, e o filho Tobias Graeff, 16 anos, chegaram a Campo Grande (MS) na tarde de terça-feira, 6 de janeiro. A viagem de bicicleta teve como ponto de partida a cidade de Não-Me-Toques, no Rio Grande do Sul.
– Foram 1.350 quilômetros pedalando. A experiência foi muito boa, porque conhecemos muitos locais – disse Luciano após abraçar os que o esperavam no anel viário, na saída para São Paulo, na Capital.
A aventura teve o mais especial dos motivos.
– Eu queria tirar um tempo para ficar mais próximo do meu filho. É muito colégio, muito Facebook, quase não sobra tempo para a relação pai e filho. Como andar de bicicleta é algo que nós dois gostamos, decidimos viajar juntos.
Corriqueiramente, os dois já pedalam longas distâncias na cidade onde vivem. O preparo os ajudou na viagem longa.
Esta já é a terceira vez que os dois viajam juntos de bicicleta.
– Mas, nunca encaramos nenhuma tão longa quanto esta. Foi muito legal – analisa Tobias. Os ciclistas deixaram Não-Me-Toque no dia 25 de dezembro. Eles passaram a virada do ano na casa de parentes em Maringá, no Paraná, e depois pegaram a estrada com destino a Campo Grande.

Pai e filho pegando a estrada com destino ao Mato Grosso

Pai e filho pegando a estrada com destino ao Mato Grosso

Durante o percurso, eles pararam várias vezes para descansar e se alimentar em hotéis e restaurantes na beira das estradas, atitudes fundamentais para seguir a viagem com disposição.
– Geralmente, aproveitávamos o clarear do dia para iniciar a pedalada porque é mais fresco – relata Luciano.  Na bagagem, eles carregaram apenas o essencial, poucas peças de roupas, capas de chuva, câmaras de ar de pneu, material para remendos e alguns alimentos, como biscoitos, amendoim e água.
A alegria da chegada tornaram pequenos os percalços do caminho que não foram poucos. Os pneus furaram quase uma dezena de vezes.
– Ainda bem que viemos preparados para fazer os remendos – conta Luciano. Além disso, pai e filho tomaram muita chuva, especialmente em Santa Catarina. Os ciclistas elogiaram a condição plana das estradas de MS, embora a falta de acostamento em alguns trechos tenha representado uma dificuldade.
– Em Chapecó (RS) percorríamos 120 quilômetros em 16 horas e aqui chegamos a 180 quilômetros com o mesmo tempo.
Os dois também ficaram deslumbrados com a beleza natural que encontraram no percurso de MS. Só lamentaram a quantidade de animais mortos nas estradas.
Quem organizou a recepção foi o irmão de Luciano, o comerciante Renato Graeff.
– Agora, eles vão escolher a casa do familiar mais rico para se hospedar -, brincou. Além de parentes e amigos, Renato também convidou o ciclista Juliano Almeida, 40 anos, para recepcionar a dupla de ciclistas da família.
Juliano elogiou a coragem dos dois gaúchos e deu dicas para quem pretende se aventurar de forma parecida.

Na chegada foram recepcionados por familiares

Na chegada foram recepcionados por familiares

– O preparo físico é muito importante. Também é preciso repousar e descansar. O corpo humano é uma máquina – mencionou Juliano que integra o grupo Bike Anjo MS que ensina pessoas de qualquer idade a andar de bicicleta.
Pai e filho ficarão em Campo Grande até domingo, dia 11 de janeiro. Eles não retornarão ao Sul pedalando. As bicicletas serão enviadas por uma transportadora e a dupla voltará de ônibus para Não-Me-Toques, onde são aguardados pelo restante da família, a esposa Adriana Nedel e a filha caçula Sofia, de 8 anos.

Pai e filho pedalando

Pai e filho pedalando

Texto: Valdelice Bonifácio | Fotos: Rafael Gaijim | Diário Digital

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.