Quarta-feira, 11 de Dezembro de 2019
Telefone: (54) 3332-1699
Curta nossa página no Facebook:
Tempo limpo
30°
18°
21°C
Não-Me-Toque/RS
Tempo limpo
Destaques

Medicamentos sem uso podem ser doados

29.09.2017 10h48  /  Postado por: upside

Vereador Charles cria projeto de lei que permite à população doar medicamentos 

Segundo a Secretária de Saúde, são atendidos média de 300 usuários diariamente

A Administração Municipal, através da Secretaria Municipal de Saúde, mantém a distribuição de medicamentos gratuitos a população através da Farmácia Municipal, que atende em média trezentos munícipes diariamente. Muitas vezes as pessoas acabam por interromper o tratamento ou substituí-lo, conforme prescrição médica, o que acarreta em medicamentos em desuso ou descartados.

A partir de agora, os não-me-toquenses poderão fazer a doação destes medicamentos na Farmácia Municipal e doá-los ao Banco Municipal de Medicamentos. O projeto de autoria do vereador Charles Morais (PP) tem o objetivo de formar um estoque com origem nas doações, a fim de possibilitar a distribuição, mediante a apresentação do Cartão do Sistema Único de Saúde (SUS).

O vereador justificou o projeto explicando que a grande maioria das pessoas tem medicamentos estocados em casa, tanto os que são obtidos na Farmácia Municipal quanto os comprados.

– Pensamos em minimizar os gastos com medicamentos e aproveitar aqueles que provavelmente serão desperdiçados pela interrupção de uso. Assim, estaremos promovendo um melhor aproveitamento dos recursos públicos e ampliando o benefício para quem busca atendimento pelo SUS – disse o vereador.

Vice-prefeito, secretário da saúde e vereador autor do projeto visitaram a Farmácia Municipal

A classificação, a contagem de conteúdos e a verificação de prazos de validade serão feitas pelos profissionais da área de farmácia, vinculados à Secretaria Municipal de Saúde do Município. Os medicamentos doados devem estar em bom estado de conservação, com bula e prazo mínimo de 60 dias antes da data de vencimento.

O fornecimento de medicamento, pela Secretaria Municipal de Saúde do Município, está condicionado à apresentação do Cartão Nacional de Saúde emitido pelo Sistema Único de Saúde (SUS), ao estoque do medicamento e à apresentação de receita médica original, que deverá ter sua cópia arquivada em local próprio.

– Já havíamos recebido algumas doações e, agora, com o Banco Municipal de Medicamentos Doados instituído, acreditamos que teremos um maior volume de doações que serão recebidas pela equipe mediante a um formulário que aponta dados sobre a conservação do medicamento e outros aspectos – comenta o secretário Marco Costa.

 

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.