Quarta-feira, 12 de Dezembro de 2018
Telefone: (54) 3332-1699
Curta nossa página no Facebook:
31°
22°
30°C
Não-Me-Toque/RS
Nublado
Destaques

Depois de três dias de buscas corpo de empresário carazinhense é resgatado na barragem Ernestina

01.11.2017 14h56  /  Postado por: upside

Lancha em que estavam sete pessoas passou por vistoria da Marinha do Brasil (Foto: DM/Marcelo Marcos)

Por volta das 9h30 desta quarta-feira (1º) foi encontrado o corpo do empresário Verno Leonhardt, de 42 anos, na barragem de Ernestina, em Nicolau Vergueiro. O acidente ocorreu na madrugada de domingo (29 de outubro). Os Bombeiros de Passo Fundo foram chamados pouco depois da meia noite para resgatar pessoas que estavam em uma embarcação. O chamado indicava que uma lancha estava à deriva nas águas da barragem e um homem havia caído nas águas.

Durante três dias o Corpo de Bombeiros de Passo Fundo trabalhou com mergulhadores na procura do corpo que foi encontrado boiando no meio da barragem hoje pela manhã.

Verno Leonhardt era diretor e sócio-proprietário da rede de supermercados (dois e Carazinho e um em Palmeira das Missões) e postos de gasolina Boa Vista (três em carazinho, um em Palmeira das Missões e dois em Passo Fundo).

A Marinha do Brasil esteve no local onde a lancha foi atracada para, juntamente com a Polícia Civil, dar início às investigações.

O caso

Verno Leonhardt (Foto: ACIC)

O fato ocorreu nos primeiros minutos do domingo. Verno Leonhardt, 42 anos, estava na companhia de amigos em uma lancha na barragem de Ernestina. Em determinado momento o empresário caiu na água juntamente com um mulher que conseguiu nadar até a lancha. Já o empresário teria pedido socorro mas logo em seguida não foi mais visto.

Informações do Corpo de Bombeiros, seis pessoas foram resgatadas na lancha. A localização foi enviada por celular, assim como o pedido de socorro, pois ninguém que estava na embarcação sabia pilotar.

O local das buscas apresentava dificuldades, pois é uma região alagada e tem muitos galhos além de diferente profundidade que vai de 7m a 12m. As buscas se concentram em uma área localizada a cerca de mil metros da margem da barragem entre os municípios de Ernestina e Nicolau Vergueiro.

As circunstâncias em que o episódio aconteceu e a identidade dos demais tripulantes não foram reveladas.

Em entrevista à Rádio Diário AM 780 o soldado Cunha, da equipe que realizou as buscas, relatou que não tinham um local exato de onde o empresário havia caído da embarcação. O militar revelou que durante a madrugada uma das pessoas que estavam na lancha encaminhou aos bombeiros, por meio de aplicativo de celular, o ponto de localização em que estavam. Foi a partir deste ponto de mapeado em GPS que os mergulhadores concentram suas buscas. De acordo com o relato das pessoas resgatadas aos bombeiros, quando o empresário caiu, a lancha continuou em movimento por alguns metros até que conseguissem parar a embarcação. Mesmo após o motor ser desligado ficaram à deriva por cerca de duas horas, pois não havia ninguém a bordo que soubesse conduzi-la. Por ser à noite, mesmo com a localização mapeada pelo GPS, os bombeiros tiveram dificuldades para encontrar os náufragos.

FONTE: Rádio Diário AM e Jornal Diário da Manhã Carazinho

Vista área do local onde os Bombeiros partiram para as buscas (Foto: Simoni Saldanha)

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.