Quinta-feira, 13 de Dezembro de 2018
Telefone: (54) 3332-1699
Curta nossa página no Facebook:
30°
20°
29°C
Não-Me-Toque/RS
Pancadas isoladas
Destaques

Inventário aponta para remoção de 876 árvores na ERS-142

17.11.2017 14h02  /  Postado por: upside

Vereadora Neca, autora da indicação para remoção das árvores, acompanhou o trabalho do engenheiro florestal Cássio Crestani no inventário

Helaine Gnoatto Zart | contato@aflhadosiul.com.br

Realizado pelo engenheiro florestal Cássio Crestani e pelo fiscal ambiental Roberto Barboza, servidores do Departamento Municipal do Meio Ambiente, o inventário aponta 876 árvores que podem representar riscos para os tripulantes dos veículos que transitam pela estrada entre Carazinho e Não-Me-Toque (ERS-142), em caso de acidente com saída de pista.

O levantamento foi realizado para justificar a reivindicação da Administração Municipal de Não-Me-Toque ao Departamento Estadual de Estradas de Rodagem (Daer), encaminhada pela vereadora Neca Trennepohl Crestani.

O levantamento foi realizado do trevo de acesso Norte à cidade até a divisa com o município de Carazinho, aproximadamente 10 km. Os 22 km da rodovia foram pavimentados no período de 1954 a 1957, no mesmo traçado da estrada existente, que registra 23 curvas.

Algumas espécies de árvores pertencem ao Bioma Mata Atlântica, não podem ser removidas, mas a grande maioria é exótica (introduzidas de outras regiões), que foram inventariadas.

– O inventário tem o objetivo de identificar e qualificar a vegetação exótica localizada na faixa e domínio do Daer, para justificar a supressão da vegetação com vistas a melhorar as condições de segurança da via, considerando que a mesma é estreita, possui acostamento com desnível e árvores próximas da pista – explicou o engenheiro florestal da Secretaria Municipal da Agricultura e Meio Ambiente.

A vereadora Neca, que acompanhou o início do levantamento, ressaltou a necessidade de dar mais condições de segurança a quem transita pela rodovia.

– As árvores não têm culpa dos acidentes, mas sem elas, teríamos menos vidas perdidas nesta estrada. Culpado ou inocente, quem foi vítima de acidente interrompeu projetos de vida e está fazendo falta na família ou na sociedade – justificou a vereadora. – É pelas vidas que poderemos preservar que estamos empenhados neste processo que visa arejar as margens da ERS-142 – defendeu.

Os critérios adotados para demarcação dos exemplares consideraram, primeiramente, se são exóticas, e em segundo lugar a proximidade da pista. São 536 da espécie Pinus, 191 eucalipto, 87 cinamomo e 49 uva-do-japão. As demais são sempre-verde, acácia negra, tipuana, abacateiro e grevilha.

Foram demarcadas todas as árvores na primeira fila, nos dois sentidos da pista. Em alguns pontos existem três filas de árvores. Muitas árvores apresentam mais de dois metros de diâmetro. O volume de madeira que poderá ser aproveitado soma 1.035,31 m³ e, de acordo com o acordo firmado com o Daer, a prefeitura fará a remoção e ficará com 70 por cento da madeira. A outra parte será entregue ao Departamento Estadual de Estradas de Rodagem.

– Poderemos utilizar essa madeira em reformas habitacionais e outras obras, beneficiando diretamente a população – disse o vice-prefeito Pedro Paulo.

Por se tratar de vegetação exótica, o município está isento de executar projeto de reposição florestal.

O inventário será entregue ao Daer e na ocasião serão alinhadas as próximas ações para a remoção das árvores.

Acidentes fatais

Na justificativa da solicitação para remoção das árvores, consta que as árvores bloqueiam a visão da pista que é tortuosa; quando o veículo precisa sair da pista para fugir de uma ultrapassagem indevida feita por veículo em direção oposta, encontra desnível e árvores muito próximas; além do condutor, todos os tripulantes são potenciais vítimas nesta estrada. Também foi anexada reportagem de acidentes com mortes.

Vereadora Neca, autora da indicação para remoção das árvores, acompanhou o trabalho do engenheiro florestal Cássio Crestani no inventário

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.