Quinta-feira, 13 de Dezembro de 2018
Telefone: (54) 3332-1699
Curta nossa página no Facebook:
30°
20°
29°C
Não-Me-Toque/RS
Pancadas isoladas
Destaques

Freis Franciscanos trabalham formação de jovens fundamentada em valores cristãos

Freis Franciscanos trabalham formação de jovens fundamentada em valores cristãos
Encontro reuniu mais de 80 jovens para formação promovida pela Gurizada Franciscana
08.05.2018 09h51  /  Postado por: upside

Encontro reuniu mais de 80 jovens para formação promovida pela Gurizada Franciscana

Inspirados no ideal de vida de São Francisco de Assis, jovens de diversas cidades do estado se reuniram em Não-Me-Toque no domingo, 29 de abril, para o 1º Encontrão Franciscano de Juventude. De acordo com o frei Franklin Freitas, de Agudo, os freis franciscanos do Rio Grande do Sul iniciaram um projeto com a juventude motivados pela vinda do Papa Francisco ao Brasil no ano de 2013.
– Embora o projeto tenha iniciado em Porto Alegre há cinco anos, existia uma lacuna no atendimento das paróquias da região Noroeste do estado pela distância e, a partir da posse do frei Laerte como Frade Jovem, foi possível organizar este encontrão que permite o trabalho chegar a esta região – explica anunciando que em setembro vão acontecer as missões, em Horizontina e no próximo ano o encontrão acontece em São José do Inhacorá, promovendo um rodízio para formação de lideranças jovens.
Podem participar todos os interessados, porque o encontro e as atividades são para jovens, não para grupos. O objetivo, segundo frei Franklin, é dar formação com os valores franciscanos.
– Os valores franciscanos servem para toda a comunidade, porque desperta a acolhida e o respeito – destaca.
O Encontrão iniciou com participação na missa dominical e prosseguiu com atividades no auditório do Centro Catequético e no salão Cristo Rei. Depoimentos e oficinas para discussão de temas como paz, justiça social, diálogo inter-religioso e igualdade de gênero, todos presentes no dia a dia dos jovens.
De acordo com o frei Franklin, promover o debate e direcionar esses temas possibilitam semear o enfoque cristão e franciscano num terreno fértil e ávido por conhecimento e valores, combatendo a intolerância tão presente nas manifestações em redes sociais. A maior dificuldade de desenvolver esse trabalho tem sido a estrutura das paróquias, que muitas vezes sobrecarregam o frei responsável, que não consegue tempo para liderar o trabalho com a juventude.
– Não que o frei deva estar à frente, mas ele vai animar os leigos e abrir espaço para que a comunidade possa oferecer esse trabalho para a juventude. É importante que todos saibam que o investimento que se fizer na juventude para trazê-la para a vida cristã é muito menor que qualquer outro investimento para tirar um jovem das drogas e do vazio existencial, porque um grupo de jovens é um espaço social, antes de ser espiritual, onde o jovem se desenvolve como ser humano – justifica o frei Flanklin.
Ester Fagundes Machado, 19 anos, que participa de muitos projetos organizados pela Gurizada Franciscana desde 2013, e participa na organização do encontros junto com Frades, disse que o objetivo é formação de jovens.
– O movimento busca integrar os jovens ao carisma franciscano para que e se tornem formadores, tanto no espaço eclesial como social. Sou testemunha que, desde o primeiro contato com o carisma de São Francisco já acende uma luz que nos desperta para a importância de nos envolvermos com as questões da nossa sociedade, atuando para transformá-la para melhor. É uma mudança de foco de vida e acho importante oportunizar a outros jovens essa percepção de que podem fazer a diferença no mundo – confirma Ester.
Responsável por trazer o 1º Encontrão de Jovens Franciscanos para Não-Me-Toque, o vigário frei Laerte Reis disse que desde que iniciou o trabalho com os jovens percebe a vontade que têm de conhecimento e de assumir mais compromissos.
– Trabalhamos um grupo que iniciou com 13 e não para de crescer, já estamos em mais de 40 que participam dos encontros às quartas-feiras à noite e nos dão o testemunho de que sua vida mudou. Também os pais estão felizes porque percebem nos filhos mudanças positivas em espiritualidade, responsabilidade e valorização da família. Isso deixa a mim e ao frei Geremar realizados – afirmou o frei Laerte.
O frei Rodrigo André, atualmente em Porto Alegre, também esteve presente e confessou o sonho de um dia voltar a trabalhar em Não-Me-Toque, onde atuou em 2012 e deixou grandes amigos.

Atividades contemplaram depoimentos e oficinas para discussão de temas presentes no dia a dia dos jovens

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.