Quinta-feira, 13 de Dezembro de 2018
Telefone: (54) 3332-1699
Curta nossa página no Facebook:
30°
20°
29°C
Não-Me-Toque/RS
Pancadas isoladas
Cultura e lazer

40° Zeskamp integrou as seis colônias holandesas do Brasil

40° Zeskamp integrou as seis colônias holandesas do Brasil
Projeto de preservação da cultura envolve crianças com o Mini Zeskamp
24.07.2018 10h55  /  Postado por: upside

Equipes das seus colônias precisam realizar tarefas de força, equilíbrio, inteligência e organização

NÃO-ME-TOQUE (RS) – Evento realizado em Não-Me-Toque, de 18 a 21 de julho de 2018, deixa boas lembranças para todos os participantes. Ao som da canção “Mooi Man”, atletas e participantes protagonizaram um emocionante espetáculo.

Repleto de competições, rivalidades, superação, mas acima de tudo, integração, celebração de amizades, das tradições e da cultura transmitida pelos imigrantes holandeses. Assim pode ser definido o 40° Zeskamp, realizado desde o dia 18 de julho, quando recebeu, em Não-Me-Toque, as colônias de Arapoti, Carambeí e Castrolanda, do Paraná, Holambra 1 e Campos de Holambra, de São Paulo, para uma série de competições esportivas.
A presidente da Associação Holandesa de Não-Me-Toque, Teodora Souilljee Lütkemeyer, ressaltou a importância do envolvimento das comissões no sucesso do evento.

–  A Gincana do Zeskamp fechou com chave de ouro o nosso evento, confirmou a excelente organização e dedicação de todas as Comissões. Realizamos um lindo encontro entre as colônias e revitalizamos a nossa Associação – explica.

Uma situação mais emocionante ocorreu no final da tarde do dia 21, ao término da Gincana Zeskamp, quando as torcidas e os atletas entoaram em ritmo de comemoração a canção holandesa “Mooi Man” que traduz a vida do homem no campo como se fosse uma verdadeira festa.
Conforme explica o membro da associação Holandesa de Não-Me-Toque, Luiz Carlos Wiedthauper, a música poderia se transformar na canção ou hino oficial do Zeskamp:

– É uma verdadeira homenagem aos nossos imigrantes porque todos os holandeses que vieram para o Brasil são agricultores e nós, os descendentes dessas famílias, temos muito orgulho diss.

Durante quatro dias foram realizadas competições de futebol, futsal, futebol society, vôlei, vôlei de praia, tênis, torneio de Rummicub e o Minizeskamp, que desperta nas crianças o gosto pela cultura e pelos jogos que há 40 anos integram as seis colônias de holandeses no Brasil. Ao todo foram realizadas 110 partidas.

O Zeskamp ocorre de forma itinerante e no ano de 2019 será realizado no Paraná, pela colônia de Arapoti.

Premiação Zeskamp

Confira abaixo como ficou a pontuação no 40° Zeskamp (gincana).

18 pontos: Campos de Holambra
19 pontos: Castrolanda
21 pontos: Não-Me-Toque
23 pontos: Carambeí
25 pontos: Arapoti
40 pontos: Holambra 1

Castrolanda premiada com a Taça Disciplina

Na realização foram envolvidas 50 pessoas, entre comissão organizadora, fiscais de tarefas e apoio.

Holambra I conquistou o título da 40ª edição dos jogos

Homenagem

A Comissão da Gincana Zeskamp fez uma homenagem especial à Betsi van Lieshout, que recepcionou em sua residência os trabalhos de organização da gincana durante os preparativos do 40º Zeskamp. Os integrantes da Comissão contaram com a discrição e sigilo da anfitriã, além do delicioso lanche.

Comissão organizadora dos jogos agradeceu apoio

Premiação Modalidades Esportivas

A premiação por modalidade ocorreu na final de cada categoria, com entrega de medalhas de ouro e de prata.

 

Praça de Alimentação

Para servir ao público (café, almoço, lanche e janta) estimado em cerda de 600 pessoas por dia, a Associação Holandesa ofereceu a praça de alimentação para as entidades sociais e culturais de Não-Me-Toque. Aceitaram o convite a Apae, Asbam, Lar do Idoso e CTG. Para completar também foi contratado serviço terceirizado. As entidades prestaram o serviço e garantiram uma renda extra importante para a manutenção de suas atividades. O encontro de contas será feito durante a semana, após a contagem das fichas e conferência.

A coordenadora do Zezkamp, Teodora Lutkemeyer disse que o serviço da praça de alimentação foi muito elogiado pelos participantes que também ficaram encantados com o show de abertura da Invernada de danças do CTG Galpão Amigo.

– Foi muito importante contar com a colaboração das entidades que além de servir os visitantes demonstraram toda a hospitalidade do povo não-me-toquense. Por outro lado, ficamos felizes de poder dar a oportunidade de uma renda extra para os serviços sociais tão importantes que as entidades prestam para nossa cidade – avaliou Teodora.

Fonte: Associação Holandesa de Não-Me-Toque

Texto: Helaine Gnoatto Zart

Fotos: Felipe Keller e Helaine Gnoatto Zart | A Folha

Projeto de preservação da cultura envolve crianças com o Mini Zeskamp

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.