Sábado, 24 de Agosto de 2019
Telefone: (54) 3332-1699
Curta nossa página no Facebook:
Parcialmente nublado
20°
6°C
Não-Me-Toque/RS
Parcialmente nublado
carreira

Excelência de cursos da UPF é reconhecida pelo Guia do Estudante 2018

Excelência de cursos da UPF é reconhecida pelo Guia do Estudante 2018
Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da UPF - Campus Passo Fundo
14.12.2018 17h01  /  Postado por: helaine

Dois cursos do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas – História e Letras – receberam nota máxima, com conceito 5, e outros quatro foram reconhecidos com conceito 4. UPF teve, ao todo, 57 cursos estrelados

Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da UPF – Campus Passo Fundo

O Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade de Passo Fundo (IFCH/UPF) é uma das Unidades Acadêmicas da Instituição que se destacou no Guia do Estudante (GE) 2018 da Editora Abril. Os dois cursos que alcançaram a nota máxima, que é o conceito 5, foram História e Letras, que são do IFCH. Além disso, dos 11 cursos que obtiveram a segunda melhor avaliação, quatro (Filosofia (L), Filosofia (B), Psicologia e Secretariado Executivo) são do IFCH, com conceito 4.

A avaliação de cursos do Guia do Estudante está em sua 28ª edição. É uma pesquisa de opinião feita com professores e coordenadores de curso. Eles emitem conceitos que permitem classificar os cursos em bons (três estrelas), muito bons (quatro estrelas) e excelentes (cinco estrelas).

O IFCH conta com 1.080 estudantes matriculados no segundo semestre de 2018. Desses, 856 nos cursos de graduação, 166 nos cursos de pós-graduação stricto sensu e 58 alunos na pós-graduação lato sensu.  A diretora do IFCH, professora Dra. Patrícia da Silva Valério, ressalta que, embora o Guia do Estudante seja uma pesquisa de opinião, é importante considerar que a avaliação é realizada por professores universitários em atividade, que examinam os cursos, basicamente, em três aspectos: projeto pedagógico, corpo docente e infraestrutura. “O processo de avaliação se desenvolve no decorrer de oito meses e compreende cinco etapas, que incluem a atualização dos dados da Instituição, a definição dos cursos, o preenchimento do formulário eletrônico, a pesquisa de opinião com pareceristas e, finalmente, o cômputo do conceito final, que é traduzido em estrelas, de um a cinco”, revela Patrícia.

Nesse sentido, a diretora do IFCH enfatiza a dedicação dos docentes da Unidade. “É importante reconhecer o trabalho dos coordenadores e dos professores dos cursos, envolvidos no preenchimento do formulário eletrônico de avaliação, incluindo dados e informações que dizem respeito à titulação do corpo docente, ao projeto pedagógico dos cursos, à produção científica docente e discente, aos projetos de extensão, às ações de internacionalização, à inserção dos alunos no mercado de trabalho, à infraestrutura e aos projetos de pós-graduação”, enfatiza a diretora.

Diferenciais do IFCH

Um dos grandes diferenciais do IFCH é a qualidade do corpo docente. Dentre os 93 professores que atuam nos cinco cursos de graduação, nos dois programas de pós-graduação, em Letras (PPGL) e em História (PPGH), e nas quatro áreas do conhecimento, 48 são doutores, 41 são mestres e 4 são especialistas. “Os cursos de História e Letras contam com Programas de Pós-Graduação, o PPGL e o PPGH, consolidados, com conceito Capes 5 e 4, respectivamente, e isso deve ter sido decisivo para os resultados da avaliação. Integram o corpo docente dos cursos de graduação, em sua maioria, doutores, com publicações científicas nas áreas de atuação e experiência na orientação de mestrado e, mesmo, doutorado”, ressalta Patrícia.

Além disso, a diretora do IFCH também destaca o desempenho dos cursos da Unidade que receberam conceito 4. O curso de Psicologia, por exemplo, mantém, há mais de 35 anos, três clínicas escola, que oferecem atendimento gratuito à população de Passo Fundo e região. O curso de Secretariado Executivo realiza diversos projetos envolvendo a comunidade, como a Secretaria Júnior, que atende à comunidade acadêmica e empresarial, e o projeto de extensão Super’Ação: Secretariado vai à escola, que objetiva integrar os acadêmicos do curso com a comunidade externa. Já o curso de Filosofia, cuja história se confunde, de certa forma, com a história da própria UPF, vem, há meio século, contribuindo significativamente para a qualificação da Instituição. Possui um projeto político-pedagógico que articula o conjunto das atividades do curso. “A forte integração com a comunidade é característica dos cursos do IFCH”, observa a diretora.

História: cinco estrelas pelo segundo ano consecutivo

Em 45 anos de existência, o curso de História já formou cerca de 1,8 mil profissionais. “Trata-se de um reconhecimento externo ao trabalho que o curso desenvolve nos últimos anos. Manter as cinco estrelas pela segunda vez consecutiva evidencia que os avaliadores – professores universitários de História de todo país, consultados pelo Guia do Estudante – verificam qualidade em sua proposta formativa de licenciandos em História na UPF, proposta embasada na perspectiva do professor-pesquisador, que marca nosso trabalho”, salienta o coordenador do curso de História, professor Dr. Marcos Gerhardt.

Para além do corpo de professores altamente qualificado – em maioria doutores e participantes de programas de pós-graduação na UPF –, há que se destacar a proposta formativa do professor-pesquisador, as atividades e os projetos de extensão comunitária, os laboratórios e núcleos de pesquisa, os grupos de pesquisa, as oportunidades de estágio, a iniciação à docência, a iniciação à pesquisa e a atuação extensionista. “Muitas dessas atividades extracurriculares são remuneradas, propiciando que estudantes se dediquem à formação de modo contínuo e potencializado”, pontua o coordenador.

Alguns projetos e ações do curso foram destacados como fatores importantes para essa conquista, tais como: Momento Patrimônio, Museu a Céu Aberto, Laboratórios de Cultura Material e Arqueologia, Laboratório de Estudo das Crenças, Núcleo de Estudos do Mundo Rural, Núcleo de Estudos de Memória e Cultura, Núcleo de Estudos em Relações Internacionais, Arquivo Histórico Regional, o atendimento a demandas de escolas da cidade e região para atividades guiadas ou de formação de estudantes e professores, bem como a parceria para o desenvolvimento de atividades junto ao Museu Histórico Regional e ao Instituto Histórico de Passo Fundo. “Esses projetos e ações evidenciam o perfil formativo amplo, variado e o compromisso do colegiado do curso na qualificação da educação básica via formação complexa e ampliada dos futuros professores que atuam e atuarão na cidade e região”, afirmou Gerhardt.

Letras: comprometimento com uma formação de qualidade

O conceito 5 comprova que o curso de Letras é referência e cumpre seu papel de formador de professores na comunidade. A UPF é uma das poucas instituições comunitárias que ainda mantém um curso de Letras, o qual tem recebido alunos de regiões bastante abrangentes, os quais vêm em busca de formação de qualidade, com inserção em projetos de pesquisa e extensão. Com essa inserção, mais de 80% dos acadêmicos dos últimos níveis do curso já se encontram empregados, conforme pesquisa recente realizada pela coordenação, atuando em áreas específicas da educação, além de vivenciarem a possibilidade de continuação de seus estudos com o Programa de Pós-Graduação em Letras, o qual oferece mestrado e doutorado na própria Instituição.

Para a coordenadora do curso, professora Dra. Marlete Diedrich, essa conquista traz alguns fatores que merecem ser destacados, como a articulação do projeto pedagógico do curso, o qual prevê ações basilares entre teoria e prática, com sólida carga horária nas disciplinas de prática de ensino e estágio supervisionado, além de outras ações pedagógicas realizadas. “Isso garante a relação com a escola pública, principalmente, num trabalho de formação marcado pela reciprocidade de aprendizados, visível, inclusive, nos projetos de extensão e no Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid)”, comenta a coordenadora.

Além disso, a estrutura do curso é destaque. “Os acadêmicos contam com o Centro de Referência e Multimeios, o Mundo da Leitura, o qual garante a relação com a comunidade externa, assim como a Jornada Nacional de Literatura e o Acervo Josué Guimarães, como centro de pesquisa, principalmente”, destaca Marlete.

A qualificação do corpo docente também é outro ponto importante nesta conquista, já que grande parte dos professores do curso são mestres e doutores, os quais desenvolvem pesquisas de destaque no cenário nacional na área de Letras.

Guia do Estudante

A UPF e integra, por mais um ano, o seleto grupo de Instituições de Ensino Superior (IES) que têm o trabalho e os esforços voltados para a qualidade da educação reconhecidos. Em 2018, a UPF teve 57 cursos estrelados no Guia de Estudante da Editora Abril. Desses, 40 cursos são do campus Passo Fundo, os demais são dos campi: 3 de Casca, 3 de Carazinho, 4 de Lagoa Vermelha, 3 de Sarandi e 4 de Soledade. O Guia do Estudante Profissões – Vestibular 2019 já está nas bancas e em breve será disponibilizado no site do GE.

Confira aqui a UPF a relação dos cursos estrelados da UPF.

Assessoria de Imprensa
Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.