Sábado, 16 de Fevereiro de 2019
Telefone: (54) 3332-1699
Curta nossa página no Facebook:
Tempo nublado
25°
17°
18°C
Não-Me-Toque/RS
Tempo nublado
Destaques

Lideranças da região organizam manifesto por melhorias na ERS 142

Lideranças da região organizam manifesto por melhorias na ERS 142
Cruzes colocadas na divisa entre Não-Me-Toque e Carazinho chama atenção para as mortes nesta estrada
11.01.2019 18h52  /  Postado por: helaine

Mobilizando no dia 7 de fevereiro, tem o objetivo de pressionar autoridades do Estado para melhorias na rodovia

Felipe Keller | A Folha

O vereador Charles Morais (PP), de Não-Me-Toque, com apoio do Sindimáquinas, está mobilizando para o dia 7 de fevereiro, quinta-feira, a partir das 16h, manifesto com objetivo de pressionar autoridades do Estado para melhorias na rodovia.

Na tarde de hoje (11/janeiro), o vereador e apoiadores da causa estiveram instalando um banner informando da manifestação e convidando os usuários da rodovia. O vereador Fernando Costa, de Carazinho, e representantes do Sindimáquinas (Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias de Carazinho e Não-Me-Toque) também estiveram no local instalando 30 cruzes e o banner da mobilização.

O trajeto entre os dois municípios tem 22 km e foi construída em 1950.  De acordo com o vereador, a demanda da estrada mostra a necessidade de alargamento com construção de acostamento.

Charles ingressou no Ministério Público (MP) com uma ação que cobrou o Daer – Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem – a responsabilidade sobre as condição e manutenção da pista. Também está cobrando o anunciado convênio de R$ 20 milhões para recuperação da rodovia, que aconteceria em outubro, do ano passado.

– No dia 5 de novembro de 2018, o Daer apenas respondeu ao MP, que a ERS 142 foi construída em 1950 e que atende o trafego da época e que não tem conhecimento de edital de recapeamento – comentou.

Nos 22 quilômetros da rodovia é evidente a necessidade de alargamento para 7 metros, construção de acostamento ou de uma terceira pista. De acordo com dados levantados pelo vereador, são pelo menos 260 acidentes e mais de 25 mortos nos últimos dez anos.

No dia 20 de outubro de 2014, foi realizado um manifesto e fechamento da via na ERS 142. Em 2015 foi entregue abaixo assinado e reivindcações ao Governo Sartori visando melhorias concretas no trecho, não apenas “tapa-buraco” que dura poucas semanas após a Expodireto.

– Em 2019, trocou governador, diretorias do Daer, secretários estaduais e deputados, é o momento de chamar a atenção para buscarmos juntos melhorias concretas nesta rodovia. Por isso, precisamos da força de toda a comunidade local e regional, empresas, autoridades políticas, sindicatos, estudantes e trabalhadores, somente com união vamos conseguir melhorias de verdade. O momento exige mais que reclamação, vamos participar e unir forças – convidou o vereador Charles.

 

Cruzes colocadas na divisa entre Não-Me-Toque e Carazinho chama atenção para as mortes nesta estrada

 

 

 

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.