Terça-feira, 16 de Julho de 2019
Telefone: (54) 3332-1699
Curta nossa página no Facebook:
Estrelado
13°
3°C
Não-Me-Toque/RS
Estrelado
Destaques

Prefeitura começa entregar 8 mil carnês de IPTU

Prefeitura começa entregar 8 mil carnês de IPTU
São 8 mil carnês emitidos para 2019 com desconto de 10% e 5% para pagamento em parcela única
28.01.2019 10h04  /  Postado por: helaine

São 8 mil carnês emitidos para 2019 com desconto de 10% e 5% para pagamento em parcela única

A Administração Municipal de Não-Me-Toque  já está com tudo organizado para entregar aos contribuintes os carnês de IPTU e de ISSQN a partir desta segunda-feira, 28 de janeiro, em horário de expediente da prefeitura: 8h30 às 11h20 e 13h30 às 17h, de segunda a sexta-feira.

A entrega dos carnês ocorre no auditório da Prefeitura, como ocorreu no ano passado e, segundo secretário Naor Kümpel, deu muito certo.

– Os cidadãos têm muita preocupação em deixar em dia o imposto e já vem procurando pelo carnê. No ano passado, quando iniciamos esse método de entrega do documento, pelo menos 50% quitou na hora da retirada, aproveitando o desconto máximo que é de 10% para vencimento em 11 de março – explicou o secretário de Finanças Naor Kümpel.

O valor do IPTU e do ISSQN vem sem aumento. Foi aplicado apenas a correção da inflação que de acordo com o IPCA ficou em 4,05%. Segundo informações do secretário de Finanças, a Administração é obrigada por lei a aplicar o índice de correção.

Ambos os impostos – Predial, Territorial Urbano e Sobre serviços de Qualquer Natureza – têm o mesmo prazo e o mesmo desconto: 10% para pagamento até 11 de março e 5% para pagamento até 10 de abril. Quem não consegue pagar em parcela única pode solicitar o parcelamento no setor de Cadastro.

A Administração vai aproveitar a entrega dos carnês para atualizar dados dos proprietários dos imóveis. Um terminal com computador e impressora está instalado no auditório para atualizar ou completar os dados e até para emitir novo carnê caso tenha havido troca de proprietário no período.

No ano passado, cerca de 70% dos contribuintes pagaram em parcela única. Os 30% restantes parcelaram ou ficaram devendo. Quando o cidadão fica devendo para a Prefeitura, na troca do exercício o débito vai para a dívida ativa e sofre cobrança. A partir do primeiro ano a cobrança pode ser via judicial.

Secretário de Finanças orientou a equipe do Cadastro para entrega dos carnês e atualização dos dados dos contribuintes

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.