Terça-feira, 15 de Junho de 2021
Telefone: (54) 3332-1699
Whatsapp: 054 9 9715-2658
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Tempo nublado
18°
10°
18°C
Não-Me-Toque/RS
Tempo nublado
Ao Vivo:
Destaques

Andrea já está em Barcelona para a cirurgia

Andrea já está em Barcelona para a cirurgia
LGFamília de Adrea Feles recebeu os amigos para confraternizar, rezar e agradecer
31.03.2019 22h46  /  Postado por: A Folha

Acompanhada pelo filho Lucas, Andrea chegou neste domingo

Helaine Gnoatto Zart | contato@afolhadosul.com.br

A campanha “Lutando com Adrea” chegou ao fim. Andrea Feles chegou em Barcelona, na Espanha, neste domingo (31 de março).
Em um ano de campanhas e muita mobilização foram arrecadados pouco mais de os R$ 120 mil necessários para a cirurgia, mas o dinheiro ainda vai ajudar na compra dos medicamentos para o tratamento pós-operatório, que custam cerca de 600 Euros.
Andrea Feles, moradora de Não-Me-Toque, é portadora de uma grave doença degenerativa na medula espinhal, chamada Siringomielia. Trata-se de uma lesão intra medular causada pela dilatação do canal central da medula, que acaba atrofiando a estrutura da medula. A doença destrói o tecido medular espinhal, causando graves sequelas ao portador. A doença se manifestou há 10 anos e chegou ao ponto de impedi-la de trabalhar e de viver uma vida normal.
– Não consigo mais trabalhar, possuo muita dificuldade para caminhar devido à perda de sensibilidade nas pernas, e sinto muitas dores – revelou Andrea quando tomou coragem e iniciou a campanha pedindo ajuda para busca o tratamento, em 14 de março de 2018.
No Brasil e em outros lugares do mundo o tratamento indicado tem grandes riscos ao paciente, pois o corte do fio terminal da medula é feito intramedular. No Instituto Chiari e Siringomielia de Barcelona a sessão do fio terminal da medula é feito extramedular, com isso os riscos ao paciente são muito pequenos, e a intervenção tem grande sucesso na pausa da progressão da doença, fazendo com que o paciente recupere parte das sequelas adquiridas. O custo da intervenção no Instituto localizado na Espanha é de R$ 120 mil.
Foram diversas campanhas ao longo do ano. Além de colegas de trabalho do pai e do companheiro de Andrea, a comunidade não-me-toquense abraçou a causa. Foram voluntários de organizações religiosas, grupos de amigos, estudantes, motociclistas, ajudados pela imprensa local e regional que mobilizaram as doações. Teve pedágios, brechó, mateada, doações com depósito bancário e até a rifa de uma van, doada por um amigo de Ibirubá, cidades onde a família de Andrea morou por 12 anos. Só a rifa arrecadou R$ 36 mil. A ganhadora foi a menina Mel Pedroso, em sorteio realizado no dia 10 de fevereiro.
O último pedágio, no dia 23 de março, selou a Campanhaarrecadando o valor de R$ 14.818,20. Com isso Andrea, totalizou R$ 124.800,00 de contribuição.
Gratidão antes do embarque
A cirurgia de Andrea Feles está marcada para o dia 2 de abril no Institut Chiari de Barcelona, na Espanha.
Andrea e o filho Lucas Feles embarcam no dia 30 de março, neste sábado, em Porto Alegre. O voo segue para São Paulo, Lisboa e chega em Barcelona no dia 31, às 16h.
No dia 1º de abril Andrea passa por exames pré-operatórios. O procedimento cirúrgico exige um dia de internação mas ela fica até o dia 12 na capital da Espanha para acompanhamento médico dos Instituto. A previsão de volta para o Brasil é o dia 13 de abril.

Família de Adrea Feles recebeu os amigos para confraternizar, rezar e agradecer – Foto: Helaine Gnoatto Zart

Na noite de 27 de março, o grupo de amigas que acompanhou de perto a luta da Andrea promoveu um encontro na residência da família e, na presença do Frei Geremar, ocorreu uma benção.
O momento foi de muita emoção para todos. Peri e Marli Feles, pais de Adrea, o companheiro Marcelo Padilha da Rosa, os filhos Lucas e Gabriel, demais familiares manifestaram toda gratidão pelas ações promovidas e pela bondade dos doadores.
– Quando iniciei a campanha, não tinha ideia de quanto tempo levaria, mas estava determinada a lutar. Sou muito grata a Deus e a todos que contribuíram com trabalho, com doações, com apoio. Por causa de tudo isso estou embarcando para realizar o procedimento. Desejo muito ter condições de andar e trabalhar. Muito obrigada a todos! – manifestou Andrea.

Institut Chiari & Siringomielia & Escoliosis de Barcelona

Em 1975, o Dr. Miguel B. Royo Salvador (fundador do Institut Chiari de Barcelona) começou as pesquisas, que se centraram, inicialmente, na causa da Siringomielia idiopática, seguida pela da Síndrome de Arnold-Chiari I e, mais tarde, pela da Escoliose Idiopática e de outras enfermidades. O tratamento que os pacientes do Institut Chiari de Barcelona recebem na atualidade é o resultado de mais de quatro décadas de um exaustivo trabalho do Dr. Royo e da sua equipe.
Após o tratamento, segundo o método Filum System®, no acompanhamento pós-operatório, a equipe médica do Institut Chiari de Barcelona observou a melhora dos sintomas e de sinais na grande maioria dos pacientes. O índice de satisfação geral dos pacientes é de 94,2%. Quanto à observação de alguma melhoria no acompanhamento médico – que reúne a evolução clínica dos sintomas e dos sinais, além da análise das explorações complementares-, este índice é de 100%.
O método desenvolvido e aplicado pelo Institut Chiari de Barcelona (Filum System®) aplica técnicas cirúrgicas minimamente invasivas, utilizando tecnologia e instrumentação de última geração, o que possibilitou a redução do índice de mortalidade e de complicações graves a 0%. Além disso, o tempo de cirurgia caiu de 4 horas para 45 minutos e a duração da internação hospitalar do(a) paciente diminuiu de 1 semana para 1 noite. Também o tipo de anestesia mais frequentemente requerido durante a cirurgia, que antes era geral, passou a ser local.

A ganhadora da van foi a menina Mel Pedroso

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.