Sábado, 07 de Dezembro de 2019
Telefone: (54) 3332-1699
Curta nossa página no Facebook:
Tempo limpo
26°
13°
16°C
Não-Me-Toque/RS
Tempo limpo
Cultura e lazer

Celebração reverencia pioneiros nos 70 anos da imigração holandesa em Não-Me-Toque

Celebração reverencia pioneiros nos 70 anos da imigração holandesa em Não-Me-Toque
Celebração na Igreja matriz Cristo Rei para agradecer a trajetória
03.09.2019 21h59  /  Postado por: helaine
Texto e fotos: Helaine Gnoatto Zart – contato@afolhadosul.com.br

Não-Me-Toque não teria indústrias tão expressivas, não teria agricultura de ponta e altamente produtiva, não seria referência em tecnologia agrícola, não seria Capital Nacional da Agricultura de Precisão, não geraria milhares de empregos se no ano de 1959 os freis Olimpio Reichert e Marcolino Melis não tivessem incentivado a vinda dos imigrantes holandeses para o município. Isso é fato, mas não foi isso que motivou a Associação Holandesa a celebrar os 70 anos da imigração.

Celebração na Igreja matriz Cristo Rei para agradecer a trajetória

A comemoração da data com missa na Igreja Matriz Cristo Rei, no domingo, 25 de agosto, seguida de solenidade no salão paroquial, foi motivada pela gratidão ao povo não-me-toquense que acolheu os imigrantes e, também, para reverenciar a coragem, o trabalho e a vida dos pioneiros. Eles estavam lá, com seus cabelos brancos, firmes e alegres, como é da natureza dos holandeses. Vieram de diversas cidades da região e até do estado de Tocantins para festejar. Familiares e amigos compareceram em grande número.

O frei Laerte Reis celebrou a missa usando seu traje franciscano, para homenagear os freis que foram os primeiros a acolher o povo imigrante, nas instalações da Escola São Francisco Solano. Luiz Carlos Wiedtheuper e o filho Thiago Widtheuper animaram a celebração com cantos na linha holandesa.

– É uma trajetória de muito trabalho e fé que orgulha todos nós descendentes dos pioneiros. Reconhecemos que enfrentaram dificuldades imensuráveis e venceram com a ajuda do povo de Não-Me-Toque. Celebramos os 70 anos para manter viva essa lembrança, o exemplo de vida que eles nos dão – disse a presidente da Associação Holandesa, Teodora Souiljee Lütkemeyer.

Prestigiaram a comemoração o prefeito Pedro Paulo Falcão da Rosa, os vereadores Charles Morais e Cláudio Trentin, o ex-prefeito Edemar Antônio Noll (1973-77), que reside em Goiânia, a ex-vereadora Ana Erpen, a presidente do Lar do Idoso Loraine Becker, a representante do Instituto Italiano Isabel Centenaro, e a antropóloga Renate Stapelbroek, que veio da Holanda especialmente para a comemoração.

Pioneiros receberam homenagem

Lançamento Site

Desenvolvido pelo Portal NMT, o site holandesesnmt.com.br foi apresentado por Stefano Santos. Apresenta a história da imigração e da associação, informações sobre passaporte,  eventos, vídeos, notícias, pdf do livro “A Caminho da Esperança – Imigração Holandesa em Não-Me-Toque” escrito por Cornélia van Riel e Helaine Gnoatto Zart, e acesso às redes sociais.

Site foi desenvolvido pelo Portal NMT

O vídeo de apresentação do projeto História da Imigração em Vídeo, desenvolvido pela Associação em parceria com o Portal NMT, faz um apanhado da história da imigração e mostra flashes das entrevistas já realizadas. A primeira entrevista será publicada no dia 13 de setembro, com Henrica Stapelbroek van Schaik.

– Por meio da internet nós podemos tornar essa linda história visível para o mundo, esse foi o grande objetivo do desenvolver o projeto do site e os vídeos entrevistando os pioneiros, para preservar toda a memória da imigração – explicou Teodora Lütkemeyer.

GRUPO DE DANÇAS – Teodora anunciou que o grupo de danças De Tulp será reativado e já tem diversos convites para se apresentar. Os ensaios iniciam em setembro e os interessados devem fazer inscrição com a Marijke van Schaik ou com a própria presidente.

Exposição de fotos das famílias imigrantes chamou atenção

Comemoração reuniu quatro prefeitos de Não-Me-Toque: Edemar Noll, Johannes van Riel, Teodora Souilljee Lütkemeyer e Pedro Paulo Falcão da Rosa

RELIGIOSIDADE – A fé cristã é um dos pilares dos imigrantes holandeses. Os 4 panos em patchwork criados por Willhelmina Souiljee Görgen para a procissão de Corpus Christi enfeitaram o Salão Cristo Rei. Um trabalho magnífico executado em três semanas.

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.