Quarta-feira, 08 de Abril de 2020
Telefone: (54) 3332-1699
Curta nossa página no Facebook:
Tempo limpo
18°
6°C
Não-Me-Toque/RS
Tempo limpo
Destaques

Cooperativa de Cargas prepara terreno para construção da sede

Cooperativa de Cargas prepara terreno para construção da sede
Projeto começou com investimento de R$ 300 mil na compra da área
25.10.2019 11h43  /  Postado por: helaine
Por: Felipe Keller – reporter@afolhadosul.com.br

A Cooperativa Transportes de Cargas do Norte Gaúcho – dos Caminhoneiros – surgida em Não-Me-Toque, iniciou no dia 26 de setembro a terraplenagem da área de 1,5 hectare, onde será construída a sede própria.

Projeto começou com investimento de R$ 300 mil na compra da área

A entidade iniciou suas atividades em janeiro de 2018, em outubro do mesmo ano já estava formalizada e com CNPJ. A estrutura será uma referência na região. A seda está localizada às margens da perimetral – (ERS-142), próximo ao trevo Sul que dá acesso ao Parque da Expodireto Cotrijal. A cooperativa atualmente está localizada na Rua Amazonas, no bairro Industrial.

O presidente da entidade, Nelson Arendt (popular Nike), informou que a sede disponibilizará serviços de borracharia, oficina, elétrica, lavagem e lubrificação, além de pátio para garagem dos caminhões. O investimento para a compra do terreno é de R$ 300 mil. A terraplenagem trabalhou preparou a área para construção de três níveis que vão comportar estacionamento para mais 150 caminhões.

O primeiro nível será asfaltado. Os sócios terão vagas garantidas e uma área para lazer, além do espaço administrativo. A sede vai servir como um porto seco. Um dos principais objetivos é retirar o fluxo de caminhões do centro da cidade e garantir segurança para os proprietários de caminhões.

– O local servirá de ponto de abastecimento retirando o caminhão do perímetro urbano e um ponto de apoio para o caminhoneiro – destacou.

O presidente da cooperativa também agradeceu a colaboração no serviço de terraplenagem: pela serviço de trator, a empresa Augustin, Nei César Mânica e Irio (silagem). As empresas Padrão Calçados pelo caminhão e Cachoeira pela retroescavadeira.  A equipe de trabalho da Secretaria Municipal de Obras, ao prefeito Pedro Paulo que autorizou a liberação das máquinas e apoio ao projeto e aos sócios.

A próxima etapa será a construção da oficina mecânica, setor administrativo, rampa de lavagem, borracharia e autoelétrica. A obra será construída com recursos próprios e terceirizados. A cooperativa pretende conseguir novos membros para aumentar o quadro social.

Local com três níveis tem espaço para 150 veículos

Presidente Nelson, associado e borracheiro Preto

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.