Terça-feira, 11 de Agosto de 2020
Telefone: (54) 3332-1699
Whatsapp: 54 9 9932 7709
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Tempo nublado
19°
10°
14°C
Não-Me-Toque/RS
Tempo nublado
Ao Vivo:
Destaques

UPF segue com aulas e atividades remotas e aguarda liberação dos órgãos públicos

UPF segue com aulas e atividades remotas e aguarda liberação dos órgãos públicos
Aulas na UPF continuam de forma remota
17.04.2020 14h48  /  Postado por: helaine

Aulas na UPF continuam de forma remota

A Fundação Universidade de Passo Fundo (FUPF) comunica a continuidade das aulas em ambientes digitais e das atividades administrativas na forma remota até a liberação dos órgãos públicos frente à pandemia da Covid-19.

A decisão da Fundação, que é amparada pela avaliação permanente do Comitê de Prevenção e Controle da Covid-19 da FUPF e da Comissão Acadêmica da UPF, se estende aos cursos de graduação e de pós-graduação da Universidade de Passo Fundo em toda a estrutura multicampi, ao ensino médio e técnico do Centro de Ensino Médio Integrado, bem como à UPF Idiomas.

Outras informações quanto às questões acadêmicas serão divulgadas na próxima semana, especialmente aos estudantes do ensino superior, com orientações relacionadas aos estágios, às disciplinas com créditos práticos e ao calendário acadêmico.

Em vista da imprevisibilidade do fim do período de emergência, a comunidade será prontamente informada de novas decisões, sempre que ajustes se fizerem necessários.  Como Instituição Comunitária, a FUPF agradece a colaboração e a dedicação neste momento de exceção, para que a vida dos estudantes, professores, funcionários e de suas famílias seja protegida.

A medida faz-se necessária mediante as deliberações oficiais anunciadas até o momento: Portaria MEC nº 395, de 15 de abril de 2020; Decretos Estaduais nº 55.154, de 1º de abril de 2020, e nº 55.184, de 15 de abril de 2020; e Decreto Municipal nº 62/2020, de 16 de abril de 2020.

A UPF também está participando e acompanhando a aplicação e os resultados da pesquisa coordenada pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel) que visa estimar, com base científica, o percentual da população gaúcha infectada pela Covid-19 e o ritmo de avanço da pandemia no estado.

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.