Quinta-feira, 02 de Julho de 2020
Telefone: (54) 3332-1699
Whatsapp: 54 9 9932 7709
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Tempo limpo
11°
8°C
Não-Me-Toque/RS
Tempo limpo
Ao Vivo:
Destaques

Vacinação contra influenza prorrogada até 30 de junho

Vacinação contra influenza prorrogada até 30 de junho
01.06.2020 17h38  /  Postado por: helaine

O Ministério da Saúde decidiu prorrogar a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza até o dia 30 de junho de 2020. A iniciativa é válida para que os Municípios que ainda não atingiram a meta de vacinar ao menos 90% dos grupos prioritários consigam atingi-la.

Mesmo com os esforços pelas três esferas de gestão para o alcance das coberturas adequadas na Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza, até o momento, o país somente atingiu 90%, conforme disponível no Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações, em 1.155 (20,73%) municípios.

Em Não-Me-Toque a vacinação da gripe influenza passou da meta que era imunizar 90% de idosos. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, foram vacinadas 2.292 mil pessoas com idade acima de 60 anos. A meta também foi alcançada em relação a profissionais de saúde.

Detalhando os números já foram vacinadas 453 crianças, 57 gestantes, 82 professores, 71 com faixa etária de 50 a 59 anos, 12 mulheres pós-parto (Puerpério) e 402 profissionais da saúde. Mais, 455 pessoas com doenças crônicas respiratória, renal, diabética, cardíaca, obesidade, neurológica e transplantados também receberam sua dose. Esse número abrange ainda pacientes oncológicos portadores de HIV e trissomias – Sídrome de Down e outras.

A recomendação do Ministério da Saúde é que as doses existentes continuem sendo destinadas aos grupos prioritários já elencados, como: pessoas de 60 anos e mais de idade, trabalhadores da saúde, profissionais das forças de segurança e salvamento, pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional, caminhoneiros, motorista e cobrador de transporte coletivo, portuários, povos indígenas, crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade, pessoas com deficiência, gestantes, puérperas até 45 dias, adultos de 55 a 59 anos de idade e professores das escolas públicas e privadas.

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.