Sexta-feira, 23 de Abril de 2021
Telefone: (54) 3332-1699
Whatsapp: 054 9 9715-2658
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Tempo limpo
26°
14°
26°C
Não-Me-Toque/RS
Tempo limpo
Ao Vivo:
Agronegócios

Secretaria da Agricultura libera R$ 5 milhões para aquisição de sementes forrageiras

24.03.2021 10h55  /  Postado por: A Folha
Por Agricultura RS

A partir de hoje (24), começam a ser enviados os contratos de crédito que possibilitam a aquisição de sementes para as entidades participantes do Programa de Sementes Forrageiras – Edição 2021. Os contratos somam R$ 5 milhões e irão beneficiar cerca de 11.500 famílias de agricultores familiares por meio de 90 entidades em todo o Rio Grande do Sul.

O Programa de Sementes Forrageiras – Edição 2021 teve seu início em dezembro de 2020, com a proposta do Governo do Estado de antecipar o calendário de operacionalização do programa. Foram levantadas as demandas dos agricultores familiares e entidades representativas, elaborados os projetos técnicos e encaminhada a documentação. Os processos foram avaliados e resultaram agora na formalização dos contratos para utilização dos recursos.

“Em virtude da última seca, adiantamos o calendário do Programa, para que o recursos pudessem ser liberados mais cedo, trazendo um alívio ao produtores afetados. Um investimento mais que necessário para estimular as produções dos agricultores familiares gaúchos”, destaca o secretário Covatti Filho.

Neste momento, com o recebimento do contrato para a formalização do crédito, os sindicatos, cooperativas e associações participantes do programa podem efetuar a compra das sementes de espécies forrageiras de inverno. Entre elas, azevém, aveia-preta, aveia-branca, trigo duplo propósito, ervilhaca, entre outras e/ou espécies forrageiras de verão como capim sudão, milheto, sorgo, etc, conforme projeto técnico aprovado, para distribuição imediata junto aos agricultores.

O agricultor beneficiado pelo programa fará o pagamento do recurso somente em fevereiro de 2022, sem juros e com um desconto de 30% a título de bônus adimplência no contrato.

“Com essa ação, estão sendo beneficiados diretamente agricultores familiares e pecuaristas familiares que irão ampliar suas áreas de formação de pastagens destinadas à alimentação animal. A atuação do programa também auxilia na minimização dos impactos causados pela estiagem junto ao setor produtivo primário”, destaca o coordenador do Programa, Jonas Wesz. De acordo com ele, o objetivo principal é a melhoria das cadeias produtivas da bovinocultura de leite e corte na agricultura familiar do Rio Grande do Sul.

Para mais informações sobre o Programa de Sementes Forrageiras, acesse aqui.

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.