Terça-feira, 11 de Maio de 2021
Telefone: (54) 3332-1699
Whatsapp: 054 9 9715-2658
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Tempo nublado
16°
11°
13°C
Não-Me-Toque/RS
Tempo nublado
Ao Vivo:
Colunista e Opinião

Dica de Leitura: um livro para começar a ler clássicos

Dica de Leitura: um livro para começar a ler clássicos
23.04.2021 16h15  /  Postado por: A Folha
Por Laura Simon Marques

Quando falamos em literatura, inevitavelmente eles são citados: os grandes livros clássicos do cânone mundial. Clássicos, simplificando, são aquelas obras que sobreviveram o crítico mais rígido de todos, o tempo. Seus enredos, personagens, e, principalmente, suas mensagens, foram bem trabalhadas o suficiente para ressoar não só com o público leitor da época, mas também com aqueles que foram ler suas páginas cem anos depois.

A fama desses livros, entretanto, não é lá muito boa. Quem sabe pelo trauma coletivo de sermos obrigados a ler esse tipo de literatura na escola, quando pensamos neles hoje, a maioria pensa em livros com linguagem difícil, chatos, densos demais, de árdua compreensão.

Venho aqui hoje desmistificar um pouco isso. Publicado pela primeira vez em 1911, O Jardim Secreto, da autora inglesa Frances Hodgson Burnett, é uma ótima opção para abrir os leitores para o mundo dos clássicos.

A barreira da linguagem pesada é a primeira a cair: ele foi escrito para crianças, ou seja, sua escrita é clara e de fácil absorção. Como a maioria dos bons livros infantis, entretanto, assim como um bom filme da Disney, a leitura é prazerosa para os adultos também, e possui nuances que só aqueles com mais experiência de vida iriam entender.

Um livro de aventuras, a chatice logo fica de lado também. Seguimos Mary Lennox, uma menina que depois de um surto de cólera, se vê órfã e é mandada para a Inglaterra para morar na mansão do tio, um homem distante e frio. Sem ter o que fazer, ela acaba por explorar a propriedade e encontra o Jardim Secreto, onde é expressamente proibido entrar. Pouco preocupada com regras, Mary começa a frequentar essa parte da mansão cada vez mais, mas se engana quem pensa que esse é o único mistério que ela desvenda.

O livro é uma jornada de amadurecimento, da mimada, doente e insuportável menina que conhecemos no começo do livro, não sobra muito no final. Os amigos que Mary faz no decorrer, os desafios que ela aceita encarar, sua jornada em si é com certeza a razão por esse livro ter sobrevivido todos esses anos. Isso, e o encanto das descrições e cenas passadas no Jardim Secreto. Esse é um clássico que alimenta a sua alma, e deixa o coração um pouco mais leve, abrindo sua curiosidade para explorar cada vez mais – seguindo o exemplo da nossa personagem – a literatura canônica.

PS – Por se tratar de um clássico, existem várias edições disponíveis no mercado. Recomendo essa, pois foi a que eu li, e não conheço outras para poder opinar. Recomendo deixar, em qualquer cópia que acabe lendo o livro, os prefácios e textos de apoio, também geralmente encontrados em obras desse tipo, para depois da leitura da história, já que na grande maioria das vezes eles possuem spoilers!

Título: O Jardim Secreto

Autora: Frances Hodgson Burnett

Editora : Penguin; 1ª edição (28 janeiro 2013)

Idioma : Português

Capa comum : 344 páginas

ISBN-10 : 8563560603

ISBN-13 : 978-8563560605

O livro pode ser adquirido no seguinte link, assim como em bibliotecas perto de você:

Amazon: https://amzn.to/3etrZEE

Outras edições:

Amazon: https://amzn.to/2Qkgjw0

Amazon: https://amzn.to/3vcnpRO

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.