Sexta-feira, 07 de Maio de 2021
Telefone: (54) 3332-1699
Whatsapp: 054 9 9715-2658
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Tempo limpo
17°
15°C
Não-Me-Toque/RS
Tempo limpo
Ao Vivo:
Destaques

Pais vão às ruas neste sábado pelo retorno das aulas presenciais

Pais vão às ruas neste sábado pelo retorno das aulas presenciais
Patrícia Huppes falou em nome do grupo que organiza a manifestação convocando todos os pais interessados (Foto: Roger Amaral).
23.04.2021 11h39  /  Postado por: A Folha

Um grupo de pais e responsáveis pelos alunos da rede municipal, estadual e privada de Não-Me-Toque vão às ruas no próximo sábado (24), reivindicar o direito de seus filhos terem aulas no formato presencial novamente.

A ideia é chamar atenção com uma carreata que está prevista para se concentrar e sair do posto Verona, às 16 horas. A manifestação terá apoio do Poder Público Municipal que já se reuniu com o grupo representante dos organizadores e declarou estar tomando todas as medidas necessárias para acelerar o retorno das aulas. A decisão depende do Governo Estadual, para modificar a bandeira da região.

A advogada Patrícia Huppes, mãe de um estudante de 9 anos, da Escola Municipal de Ensino Fundamental Ernesto João Cardoso, está à frente da manifestação, e afirma que é hora de retornar.

— Esperamos que nas próximas semanas a bandeira venha a ser vermelha. Sabemos que na nossa região já diminuíram bastante os casos de Covid, também estamos cientes da gravidade da situação, mas, ao mesmo tempo, as aulas devem ser consideradas essenciais. Os prejuízos que as crianças e os adolescentes estão tendo por não ter aula presencial são muito maiores — afirma.

A principal justificativa do pedido de retorno presencial do ensino é a dificuldade dos pais em orientarem seus filhos nas aulas de formato online, prejudicando diretamente o processo de aprendizagem dos alunos.

Os organizadores também defendem que a vacinação dos profissionais da Educação seja antecipada, pois consideram que os mesmos também fazem parte da linha de frente e precisam ser vacinados contra a Covid-19, para que assim possam retornar os trabalhos presenciais. Porém, o pedido de retorno presencial não está condicionado à vacinação, pois deve ser imediato e não depender exclusivamente da vacinação.

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.