Sexta-feira, 07 de Maio de 2021
Telefone: (54) 3332-1699
Whatsapp: 054 9 9715-2658
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Tempo limpo
17°
12°C
Não-Me-Toque/RS
Tempo limpo
Ao Vivo:
Ciência e Tecnologia

Risco de Trombose é baixo pós vacina de Oxford/Astrazeneca

Risco de Trombose é baixo pós vacina de Oxford/Astrazeneca
27.04.2021 11h38  /  Postado por: A Folha
Por Nádia Faggiani / Patrícia Serrão

Muitas pessoas ficaram realmente com medo de tomar a vacina da Astrazeneca depois desses relatos que o Clayton contou. Aqui no Brasil, muitas cidades registraram até queda na procura da vacina da Fiocruz. Além do Distrito Federal, as secretarias de saúde do Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Amazonas e Espírito Santo também notaram um desinteresse da população em tomar a vacina de Oxford.

Mas será que esse medo tem mesmo algum fundamento? Isabela Balallai, vice-presidente da Sociedade Brasileira de Imunizações, explica que o risco de trombose pós-vacina é muito baixo, inclusive menor do que com de medicamentos usados em larga escala pela população.

Isabela trouxe um outro dado importante: o risco de ter trombose quando se pega a Covid é muito maior do que quando se toma a vacina de Oxford. Ela afirma que é muito mais seguro se imunizar do que ficar suscetível ao vírus.

Importante lembrar que qualquer vacina ou medicamento pode causar reações leves, moderadas ou graves. Então, como os imunizantes usados no Brasil hoje são aprovados pela Anvisa, as pessoas podem tomar tranquilas.

Em nota, a Fiocruz, que fabrica o imunizante no Brasil, recomenda a continuidade da vacinação, pois os benefícios superam em muito os riscos, já que a vacina oferece alto nível de proteção contra todos os graus de severidade da Covid-19.  A fundação informou, ainda, que está reforçando o acompanhamento desses eventos adversos para gerenciar todos os riscos possíveis.

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.