Sábado, 08 de Maio de 2021
Telefone: (54) 3332-1699
Whatsapp: 054 9 9715-2658
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Tempo limpo
17°
8°C
Não-Me-Toque/RS
Tempo limpo
Ao Vivo:
Destaques

Covid: Senado aprova projeto que permite quebra de patentes de vacinas

Covid: Senado aprova projeto que permite quebra de patentes de vacinas
O senador Nelsinho Trad (PSD-MS) apresenta seu substitutivo à proposta de Paulo Paim (PT-RS). (Foto: Pedro França/Agência Senado) - CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS
30.04.2021 08h14  /  Postado por: A Folha
Por Carine Costa – Rádio Nacional Brasilia

No dia que o Brasil atingiu a marca de 400 mil mortes por covid-19, os senadores aprovaram projeto que permite a quebra de patentes de vacinas contra a doença.

A proposta, que segue agora para a Câmara dos Deputados, provocou muita discussão e dividiu a opinião dos senadores e senadoras. O placar foi 55 votos favoráveis a 19 contrários.

A matéria permite também a quebra de patentes de testes de diagnóstico e medicamentos de eficácia comprovada contra a covid-19 enquanto estiver em vigor o estado de emergência de saúde.

Na prática, os donos de patentes ficam obrigados a ceder ao poder público todas as informações necessárias para a produção de vacinas e medicamentos de enfrentamento à covid-19. O relator da proposta, senador Nelsinho Trad, do PSD de Mato Grosso do Sul, explicou que o Governo Federal terá 30 dias para regulamentação, elaborando uma lista das patentes e pedidos de patentes sujeitos ao licenciamento compulsório.

O relator também destacou que países como Canadá e Israel já tomaram essa iniciativa e negou que serão desrespeitados os tratados comerciais dos quais o Brasil participa.

Pela liderança do governo, o vice-líder, senador Carlos Viana, do PSD de Minas Gerais, orientou a bancada a votar contra a proposta. Viana fez críticas ao projeto e disse que a matéria pode atrasar a entrega de doses.

Antes do início da sessão desta quinta-feira, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, pediu um minuto de silêncio em respeito à morte dos 400 mil brasileiros por covid-19.

 

 

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.