Sexta-feira, 07 de Maio de 2021
Telefone: (54) 3332-1699
Whatsapp: 054 9 9715-2658
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Tempo limpo
17°
15°C
Não-Me-Toque/RS
Tempo limpo
Ao Vivo:
Destaques

Identificado jovem que matou cinco pessoas em escola na região oeste de Santa Catarina

Identificado jovem que matou cinco pessoas em escola na região oeste de Santa Catarina
04.05.2021 16h25  /  Postado por: A Folha

O jovem que matou três crianças de menos de dois anos de idade, uma professora e uma auxiliaem uma escola de Educação Infantil no município de Saudades, em Santa Catarina, foi identificado como Fabiano Kipper Mai, de 18 anos, completados há cerca de um mês. Ele agrediu alunos e professores com um facão. Leia mais detalhes sobre o caso aqui, e mais informações sobre as vítimas aqui.

Após o ataque, ele tentou se matar. Devido aos ferimentos, foi levado ao Hospital de Pinhalzinho. Depois, por questão de segurança, transferido para outra casa de saúde.

Segundo o diretor administrativo do Hospital de Pinhalzinho, a transferência ocorreu em razão de temor de invasão do local para linchamento de Fabiano.

O estado de saúde de Mai é considerado grave. Ele está entubado e sedado.

A Rádio Uirupuru em entrevista com o delegado regional de Chapecó Ricardo Newton Casagrande relata que, de acordo com o delegado, agentes policias de toda a região participam da ação. Durante a tarde, os policiais estiveram na residência do jovem de 18 anos, apreenderam equipamentos eletrônicos e conversaram com familiares que estão auxiliando na investigação. Além disso, os policiais estiveram na empresa onde o rapaz trabalhava para buscar informações de como ele era no trabalho e com os colegas.

Conforme Casagrande, o jovem não apresentava qualquer indício que pudesse vir a praticar um crime como esse. Ele tinha emprego fixo, morava com o pai, a mãe e uma irmã e levava uma vida normal. Segundo informações preliminares, ele não apresentou nenhum comportamento diferente nos últimos dias.

De acordo com a polícia, não há conhecimento de desavenças ou problemas pessoais do jovem para cometer tal barbárie. Ainda, o delegado explica que o jovem não tinha ligação com as professoras e as crianças mortas durante o ataque, mas tudo vai ser melhor averiguado durante as investigações.

Fonte: Rádio Uirapuru e GZH
Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.