Sábado, 28 de Maio de 2022
Telefone: (54) 3332-1699
Whatsapp: 054 9 9715-2658
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Tempo nublado
18°
14°
15°C
Não-Me-Toque/RS
Tempo nublado
Ao Vivo:
Solidariedade

“Pílulas de autocuidado” são espalhadas pelo Hospital Notre Dame São Sebastião, em Espumoso, em alusão ao Janeiro Branco

“Pílulas de autocuidado” são espalhadas pelo Hospital Notre Dame São Sebastião, em Espumoso, em alusão ao Janeiro Branco
21.01.2022 16h31  /  Postado por: A Folha
Por ASCOM HNDSS

Imagine você estar andando por um hospital e se deparar com uma caixa de “pílulas de autocuidado”. Assim, em uma primeira impressão, pode parecer estranho… Mas na realidade são frases com os temas de saúde mental, que tem o objetivo de sensibilizar as pessoas para olharem para si e sobre as possibilidades de autocuidado.

A Dienifer da Silva, já tem por hábito ler uma frase todos os dias e ela garante que as mensagens servem de reflexão para os variados momentos da vida. “É muito curioso porque parece que as frases se encaixam com aquilo que você está vivendo”, destacou a auxiliar administrativa do Hospital Notre Dame São Sebastião (HNDSS).

Segundo a psicóloga clínica do HNDSS, Raphaela Arend Mendes, a ideia surgiu a partir do planejamento da equipe multiprofissional para o Janeiro Branco. “Pensamos em uma proposta que conseguisse ir além da Unidade de Saúde Mental  e integrasse todos os setores do hospital”.

E a ideia tem dado certo, já que as mensagens foram espalhadas em diversos locais de circulação tanto de pacientes quanto dos colaboradores da instituição.

“Queríamos chamar a atenção tanto dos pacientes do hospital quanto dos funcionários, para que cada um possa se servir dessas pílulas. São frases motivacionais, de orientação e que chamam a atenção para o cuidado com a saúde mental que todos precisamos ter”, salientou a assistente social do HNDSS, Juliane Kempf.

A equipe multiprofissional do hospital garante que vale ressaltar a importância desse olhar para a saúde mental, principalmente no momento em que vivemos.

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.
Utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, de acordo com a nossa Página Inicial e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Prosseguir