Sábado, 28 de Maio de 2022
Telefone: (54) 3332-1699
Whatsapp: 054 9 9715-2658
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Tempo nublado
18°
14°
15°C
Não-Me-Toque/RS
Tempo nublado
Ao Vivo:
Geral

Administração cede área verde do bairro Martini para empresa

Administração cede área verde do bairro Martini para empresa
25.01.2022 17h09  /  Postado por: A Folha

Os moradores do bairro Martini foram surpreendidos no final de semana com a ocupação da área de lazer por material de estruturas de pré-moldados e delimitação de área com fitas de isolamento.

Foi isolada a área do gramado utilizado como campo de futebol, junto ao pavilhão e o parquinho infantil. No local foi fixada uma placa com os seguintes dizeres: “Autorizado por decreto municipal a utilização da área para depósito temporário para empresa privada – Empresa Structura de Concretagem Eireli – Cnpj 20.863.091/0001-04.

Os moradores alegam que não foram consultados e pediram reunião com o prefeito Maninho, o que ocorreu no final da tarde de terça-feira (25) na praça do bairro.

O prefeito Maninho compareceu junto com os vereadores Cristiano Lima e Maiquel de Souza e demonstrou irritação com o movimento dos moradores, que considerou um “levante”.

— Se esta empresa fosse se instalar em outro município por falta de apoio, vocês também fariam um levante — declarou para o grupo de moradores, pedindo compreensão.

A reclamação dos moradores foi sobre a decisão unilateral da Administração Municipal. Nenhum deles foi informado da natureza da cedência nem do período que o material vai permanecer na praça, já que o local é de uso da comunidade.

Durante a reunião, o prefeito explicou que a empresa precisou da área de maneira emergencial e o município decidiu ceder a área que é perto da indústria para 60 dias, quando o produto já vendido deverá ser entregue.

Ocorre que o material estava num terreno, cujo proprietário vai construir e precisou ser desocupado.

Também esteve na reunião, a representante da empresa, Egiana Keller, que explicou a necessidade momentânea e o compromisso com a comunidade local.

— Nossa empresa existe há 25 anos e nunca pedimos nada à prefeitura. Diante desta urgência, decidimos buscar o apoio. Nós passamos por dificuldades sérias e com o crescimento do setor de construções, nossa empresa se estruturou e cresceu, hoje estamos com 20 empregados e nossas instalações já não comportam a produção – justificou a gestora.

Como contrapartida para o benefício recebido, a indústria vai adotar a praça e contribuir para realizar melhorias, como construção de meio-fio, rampa de aceso, conserto e pintura dos equipamentos do parquinho.

A área de lazer foi uma conquista da comunidade do bairro Martini. Os moradores se envolvem na manutenção e cuidados com as árvores plantadas para o sombreamento das margens e ajardinamento.

Editada em 26/01/2021 – 08h

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.
Utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, de acordo com a nossa Página Inicial e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Prosseguir