Sexta-feira, 01 de Julho de 2022
Telefone: (54) 3332-1699
Whatsapp: 054 9 9715-2658
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Tempo limpo
19°
17°C
Não-Me-Toque/RS
Tempo limpo
Ao Vivo:
Cultura e lazer

Estrutura e experiência incentivam a produção do conhecimento

Estrutura e experiência incentivam a produção do conhecimento
Laboratórios da UPF qualificam as pesquisas desenvolvidas. Fotos: Divulgação/ Tainá Binelo
26.05.2022 11h04  /  Postado por: A Folha

A vida de um pesquisador exige empenho, tempo e dedicação com o tema estudado. E para percorrer os caminhos da pesquisa, é necessário estar imerso em uma estrutura de qualidade, capaz de contribuir e facilitar o trabalho realizado. Sabendo da real importância disso, os cursos de mestrado e doutorado da Universidade de Passo Fundo (UPF) disponibilizam aos estudantes diversos espaços que oportunizam não só a produção do conhecimento, mas a descoberta de novas possibilidades no universo da ciência e inovação. Atualmente, são 156 laboratórios, 23 registros de patentes (3 em processo de tramitação), mais de 70 registros de softwares, 5 cultivares, 1 desenho industrial (1 em processo de registro), mais de 60 registros de marca, além dos 251 projetos de pesquisa dos programas de pós-graduação (PPGs).

Conforme o coordenador da Divisão de Pós-Graduação – Setor Stricto Sensu da UPF, professor Dr. Pedro Prietto, os alunos têm a sua disposição todo um ambiente próprio e moderno de laboratórios e campos experimentais, incluindo a infraestrutura do UPF Parque, além de muitos PPGs manterem parcerias com outras instituições de ensino, não só do Rio Grande do Sul, como do restante do Brasil e do exterior.

Um exemplo dessa grandiosidade da pesquisa da Instituição são as patentes, que são um título de exclusividade. De acordo com a coordenadora do UPF Parque, professora Dra. Teofanes Foresti, o registro de patente é importante porque, ao mesmo tempo que protege e reconhece o direito de uso exclusivo do inventor, permite que o conhecimento ou a tecnologia gerada possa ser transferida ou explorada economicamente pelo mercado, gerando receitas para o inventor.  “Também é importante o registro pois, além de atrair novos investidores, ajuda a promover o progresso da tecnologia desenvolvida”, disse.

Atuação junto à população

Outro ponto importante, segundo Prietto, diz respeito aos projetos de pesquisa, tanto de mestrado como de doutorado, desenvolvidos em parcerias com empresas e outras instituições dos setores público e privado, tais como prefeituras, escolas, hospitais, etc, o que aproxima os alunos da comunidade. “Nestes casos, os projetos são desenvolvidos pelos estudantes dentro das empresas ou instituições parceiras”, comenta.

Com tradição na oferta de mestrados e doutorados, pois já são 25 anos de história que fortalecem diferentes áreas, a UPF reforça o seu caráter comunitário por meio do que é desenvolvido nos ambientes dos PPGs. Prietto conta que o conhecimento produzido é disseminado através da inserção profissional dos egressos da Instituição na comunidade: hoje, são mais de 3 mil mestres e doutores formados, que podem estar trabalhando mais próximos das pessoas.

“Estes profissionais se transformam em potenciais agentes de transformação política, cultural, social e econômica. A transferência do conhecimento se dá também através dos projetos desenvolvidos em parceria, da integração da pesquisa com a extensão e o ensino (graduação, médio e fundamental), da apresentação dos resultados das pesquisas em eventos técnico-científicos e de inovação, em âmbitos local, regional, nacional e internacional, da publicação de livros e também de artigos em revistas científicas de grande circulação”, menciona o docente.

Na opinião dele, todo o trabalho realizado nas estruturas de pesquisa dos PPGs é de extrema importância. “A pesquisa científica e os projetos de inovação desenvolvidos pelos programas de pós-graduação stricto sensu são extremamente relevantes, não somente na formação de profissionais de alto nível, nas diversas áreas do conhecimento, mas também para o desenvolvimento socioeconômico regional e nacional”, finaliza o professor Pedro Prietto.

Ingresse na pós-graduação da UPF

Para que os estudantes tenham acesso a toda estrutura dos programas de pós-graduação, é necessário se inscrever nos mestrados e doutorados. A UPF está com inscrições abertas para o Mestrado em Administração; Mestrado e Doutorado em Agronomia; Mestrado e Doutorado em Bioexperimentação; Mestrado em Ciência e Tecnologia de Alimentos; Mestrado em Ciências Ambientais; Mestrado Profissional em Computação Aplicada; Mestrado em Direito; Mestrado e Doutorado em Educação; Mestrado e Doutorado em Engenharia Civil e Ambiental; Mestrado e Doutorado em Envelhecimento Humano; Mestrado e Doutorado em História; Mestrado e Doutorado em Letras; e Mestrado Profissional em Projeto e Processos de Fabricação.

O processo seletivo segue aberto até 10 de junho, AQUI (https://www.upf.br/Pos/Cursos?nivel=4). Mais informações no site upf.br/pos.

Por Ascom UPF

 

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.
Utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, de acordo com a nossa Página Inicial e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Prosseguir