Passo Fundo/RS: Tempo limpo
Carazinho/RS: Tempo limpo
Passo Fundo/RS: Tempo limpo
Carazinho/RS: Tempo limpo

Notícias

Dorival Junior, técnico da Seleção Brasileira (Foto: Rafael Ribeiro/CBF)

8 de julho de 2024

Dorival Júnior, técnico da Seleção Brasileira, após derrota: 'temos tudo para evoluir'

Brasil perdeu para o Uruguai nos pênaltis nas quartas de final da Copa América

A Seleção Brasileira foi eliminada na Copa América, pelo Uruguai nos pênaltis, no último sábado (07). Durante o tempo normal, a partida terminou em 0 a 0, mas na decisão por pênaltis, a Canarinho perdeu por 4 a 2, nos pênaltis, para o time do técnico Marcelo Bielsa.

Após o jogo, o treinador da Amarelinha falou sobre o processo de reformulação da Seleção, a eliminação nas quartas de final da competição e o estágio em que a equipe se encontra o momento.

É natural que depois de uma partida como essa, tudo o que poderia ter sido levado em conta, apaga-se. Tenho de ter consciência clara. É natural que muitas coisas aconteceram na competição, não fizemos jogos de um ótimo nível tecnicamente falando, mas também não descarto nenhuma das partidas, houve entrega, espírito de luta, a equipe nunca deixou de ir atrás do resultado, foi uma equipe valente sempre, tivemos coisas muito mais positivas que negativas neste processo.

A equipe adversária soube como marcar, abrimos, tivemos dois homens de finta pelos lados, tentamos com movimentações, infiltrações, troca de passes, em termo de criação não foi um grande dia. As duas zagas prevaleceram sobre os ataques —, complementou Dorival.

— Acho que é um trabalho moroso, paciencioso, tudo o que queremos é acelerar para voltar a ter essa equipe. Todo esse sentimento que estamos tendo, olhando, observando, será importante. Alinharmos tudo isso, sentarmos com a CBF, conversamos sobre tudo o que se passou, tivemos coisas positivas ao longo deste período de treinos e jogos, não foram os resultados que gostaríamos, tenho de reconhecer, chamando a responsabilidade dos resultados para o treinador. Mas temos tudo para evoluir, crescer, melhorar muito além do que foi apresentado.

O técnico ainda falou também sobre o atacante Endrick e o processo que pode levá-lo a uma possível titularidade no futuro.

— Endrick é um garoto que naturalmente vai alcançar uma posição. Fez uma boa partida, não teve tantas oportunidades para finalizar, mas lutou até o fim, é o time de entrega que queremos.

O Brasil agora volta as suas atenções para as eliminatórias da Copa do Mundo. Apenas em sexto lugar, a seleção não está bem na competição. O próximo jogo será contra o Equador que está em quinto lugar, logo à frente da Amarelinha, no dia 5 de setembro.

Fonte: Redação da TNT Sports

Utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Permitir