Terça-feira, 23 de Outubro de 2018
Telefone: (54) 3332-1699
Curta nossa página no Facebook:
22°
17°
18°C
Não-Me-Toque/RS
Nublado
Destaques

Frei Leopoldo volta trabalhar nas missões evangelizadoras

28.02.2017 18h36  /  Postado por: upside
Frei Leopoldo Frankowski despediu-se do cargo de pároco de Não-Me-Toque depois de 9 anos de atuação

Frei Leopoldo Frankowski despediu-se do cargo de pároco de Não-Me-Toque depois de 9 anos de atuação

Depois de 30 dias de férias no mês de janeiro, o frei Leopoldo Frankowski despediu-se da comunidade católica de Não-Me-Toque celebrando a missa do dia 4 de fevereiro. Após, a comunidade se reuniu em confraternização no salão Cristo Rei, oportunidade em que se despediu do cargo de vigário.
Com nove anos de trabalho na Paróquia Católica de Não-Me-Toque, frei Leopoldo lembrou das dificuldades que enfrentou quando chegou, especialmente pelo desalento dos fiéis com relação à conduta de religiosos que o antecederam:
– Havia realmente uma tristeza que foi dando lugar à confiança, na medida que começamos a impor um sistema de trabalho que, aos poucos, foi reorganizando a paróquia e restabelecendo a confiança e o apoio dos nossos membros com relação à Igreja e ao trabalho dos freis.
Ao deixar o cargo de pároco, frei Leopoldo admitiu que não foi uma jornada fácil, que não agradou a todos, mas acredita que deu sua contribuição para melhorar a vida paroquial.
– Acredito que agora o caminho está aberto e muitas coisas encontrarão ambiente favorável para serem melhoradas, para mudar o que precisa – avaliou.
Vai levar de Não-Me-Toque – onde só ficou menos tempo que o frei Osmar (10 anos) – a lembrança de uma comunidade exigente, resistente e questionadora, características que contribuem para a realização de um bom trabalho.
– Acredito que deixaremos um legado que é o restabelecimento da confiança nos freis, a organização paroquial e das comunidades e mobilização para a realização de eventos com forte participação, como o Encontrão de Famílias e a Corpus Christi.
Ao responder se leva alguma frustração, disse que não. Entende tudo que acorreu como parte do processo de liderar uma paróquia, como a diferença de opiniões entre as pessoas. No entanto, pensa que poderia haver mais pessoas comprometidas com as questões da comunidade.
Frei Leopoldo permanece em Não-Me-Toque até o final do mês de fevereiro, organizando sua mudança para o município de Agudo, onde vai reassumir o cargo de coordenador das Missões Populares, que já ocupou por oito anos, depois de 16 anos trabalhando em paróquias.
– É um trabalho cansativo, mas muito bonito que gosto de fazer, visitando as paróquias onde as missões forem chamadas – declarou animado.
Na sua agenda já estão Ajuricaba, Entre-Ijuí e Vitória das Missões. O trabalho missionário dos franciscanos ´realizado por três freis, um leigo e duas religiosas.

FREI LEOPOLDO FRANKOWSKI
Frei Franciscano, da Ordem dos Frades Menores/OFM, Leopoldo Frankowski, iniciou sua vida sacerdotal no ano de 1987.Nasceu na cidade de Horizontina (RS), em 26 de agosto de 1952, porém, foi registrado no dia 2 de setembro daquele ano. É filho dos lavoureiros, Leonar da Kucner e José Frankowski, ambos falecidos, mas, que em vida, foram pais amorosos e principais incentivadores dos seus estudos. Desde pequeno, Leopoldo revelou gostar das atividades religiosas da Igreja. Prestou o serviço militar em Itaqui (RS), onde fez curso de Cabo, mas sentiu que era outro o seu chamado. Cursou o Magistério, em Horizontina, frequentando a escola de manhã, e à tarde trabalhando na lavoura para ajudar a pagar os estudos feitos na rede particular. Quando foi residir em Esquina Tunas juntou-se a um grupo de jovens daquela comunidade, onde o dom da liderança e a vocação religiosa se fortaleceram levando-o ao serviço de catequista, dirigente litúrgico e secretário da diretoria daquela Capela.
Ingressou para a Ordem dos Frades Menores em janeiro de 1977. Passou por todas as etapas de formação em diferentes locais, e no dia 19 de setembro de 1987, foi Ordenado Sacerdote por Dom Estanislau Kreutz. Foi vigário paroquial e depois pároco em Taquari. Em seguida participou da equipe Franciscana de Missões Populares, onde atuou por 10 anos, sendo oito deles, como coordenador da equipe. Também foi pároco nas paróquias de São Cláudio de Cortado, Novo Cabrais, Paraíso do Sul e Nossa Senhora Auxiliadora, de Progresso. E ainda, vice-coordenador da Fraternidade Regional do Alto Taquari-Planalto Médio e Vigário da Casa. Atuou como pároco na Paróquia Cristo Rei, em Não-Me-Toque, desde o ano de 2008.

Participação das comunidades e entidades na ceebração de Corpus Christi foi um dos destaques na atuação do frei Leopoldo em Não-Me-Toque

Participação das comunidades e entidades na ceebração de Corpus Christi foi um dos destaques na atuação do frei Leopoldo em Não-Me-Toque

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.