Sábado, 17 de Novembro de 2018
Telefone: (54) 3332-1699
Curta nossa página no Facebook:
28°
18°
19°C
Não-Me-Toque/RS
Noite limpa
Destaques

Encerramento do Outubro Rosa reuniu mais de 160 mulheres

Encerramento do Outubro Rosa reuniu mais de 160 mulheres
Participação das mulheres no Outubro Rosa aumenta, assim como a procura por exames
06.11.2018 13h26  /  Postado por: helaine

Associação Amigos da Vida promove ações do Outubro Rosa em parceria com a Secretaria Municipal da saúde e o Conselho Municipal da Mulher

Marcado pela conscientização sobre o câncer de mama, o mês de outubro chegou ao fim com um alerta dos especialistas em saúde: a prevenção contra a doença precisa ir além do período de campanha.

Por se tratar do tipo de câncer mais comum entre as mulheres, a Secretaria de Saúde juntamente com a Associação Amigos da Vida reforça que a prevenção deve fazer parte da rotina do público feminino e deixa orientações para tornar as ações do Outubro Rosa um hábito para ser considerado durante todo o ano.

No dia 27 de outubro, a Associação Amigos da Vida com o apoio da Secretaria de Saúde promoveu, no Restaurante Eventu’s o tradicional Chá de Encerramento do Outubro Rosa que contou com a participação de mais de 160 mulheres.

A experiência de quem enfrenta o câncer

Para falar sobre a luta contra o câncer, foi convidada a professora aposentada Ana Erpen, que há anos convive com um tipo de leucemia. Mais do que relatar sobre os efeitos da doença na sua vida, Ana Erpen destacou a importância da pessoa estar bem consigo e com o universo. O sentimento de gratidão, segundo a palestrante, deve estar presente na vida das pessoas, para que possam se harmonizar com tudo que acontece. Aceitar e agradecer é sua receita de bem-estar.

Ana Erpen

Campanha cresce

Carla Costa, presidente da Associação Amigos da Vida, falou sobre a satisfação em mais uma vez promover ações do Outubro Rosa e ver que cresce anualmente o número de mulheres participando da campanha e levando a mensagem de prevenção.

– Em nome da Associação quero agradecer a cada uma de vocês que está apoiando está causa, vestindo a cor rosa e levando a mensagem de cuidado consigo mesma para outras mulheres – disse Carla.

O Secretário Marco Costa se fez presente agradecendo a todas as participantes e mencionou o sucesso da campanha, ressaltando o aumento de mamografias agendadas junto a Secretaria de Saúde.

– A Campanha do Outubro Rosa vem se consolidando cada vez mais, o que é muito importante frente aos números e projeções de novos casos de câncer que são alarmantes. As mulheres estão mais preocupadas consigo mesmas e com sua saúde e o papel dos Amigos da Vida tem sido fundamental nesta mobilização – afirmou o secretário mencionou que neste ano foram 80 mamografias agendadas a mais do que o previsto junto a Secretaria.

Marco Costa também reforçou que os exames são para detecção da doença e que o mais importante para a prevenção são os hábitos saudáveis que incluem alimentação e prática de atividade física.

Cuide-se

A primeira recomendação é para que o autoexame seja feito pelo menos uma vez ao mês. Essa inspeção deve ocorrer entre o sétimo e décimo dias após a menstruação e, no caso de quem não menstrua, a dica é escolher um dia fixo. Para não se esquecer do procedimento, procure associar essa data com alguma outra obrigação que tenha que ser cumprida mensalmente. O recado também vale para os homens, ao contrário do que muitos pensam existem casos de câncer de mama masculino.

Consultar-se com médicos especialistas, como o ginecologista, que trata do sistema reprodutor feminino, e o mastologista, responsável por prevenir, diagnosticar e tratar as doenças benignas e malignas da mama, ao menos uma vez ao ano é imprescindível.

Realizar os exames de rotina e sempre buscar tirar as dúvidas que possam surgir são gestos simples e rápidos que ajudam o Outubro Rosa a se estender por vários meses.

A mamografia deve ser feita anualmente após os 40 anos ou em qualquer idade, caso o médico ache necessário. Atualmente, também está sendo recomendada a ultrassom das mamas, principalmente, em mulheres mais jovens e em mamas mais densas

Ler mais sobre o assunto é outra sugestão para engajar-se no cuidado permanente com a saúde. Conhecer histórias de pessoas que tiveram, trataram e venceram o câncer de mama é uma estratégia para perceber que a prevenção deve ser frequente, pois muitas pessoas não fazem os exames por medo de detectar um sintoma, sofrer com o tratamento ou até de falecer.

Participação das mulheres no Outubro Rosa aumenta, assim como a procura por exames

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.