Passo Fundo/RS: Tempo limpo
Carazinho/RS: Tempo limpo
Passo Fundo/RS: Tempo limpo
Carazinho/RS: Tempo limpo

Notícias

11 de setembro de 2008

A despedida de Brunhilda Zilles

Morreu em Nova Petrópolis, na manhã de quinta-feira (11), a não-me-toquense Brunhilda Stahl Zilles, filha do médico Otto Stahl. Ela se encontrava sob cuidados devido às conseqüências do mal de Alzeimer, que tirou sua independência nos últimos anos e, inclusive, a capacidade de criar. Seu corpo foi velado na Capela do Crematório São José, até às 20h de ontem.
Natural de Não-Me-Toque, Brunhilda iniciou desenho e pintura no período escolar em Passo Fundo e Porto Alegre. A partir de 1981 fez cursos sucessivos de procedimentos pictóricos, desenho e criatividade com o artista plástico Fernando Baril.
Seus trabalhos estão nos acervos da Galeria Interforma, na cidade do Porto, em Portugal, da Legião da Boa Vontade em Brasília, na Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto (SP); no espaço Cultural Fernando Corona da UFRGS, nas Aldeias Infantis SOS e no saguão do Hospital Fêmina de Porto Alegre; na Câmara Municipal de Não-Me-Toque, Casa da Cultura Dr. Otto Stahl, no Jornal A Folha e em diversas residências de não-me-toquenses que foram seus amigos.
Brunhilda também escreveu um livro, uma autobiografia relatando sua trajetória em busca dos seus pais biológicos, pois apenas quando o Dr. Otto morreu, em 1968, tomo conhecimento que era filha adotiva.

Utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Permitir