Segunda-feira, 19 de Agosto de 2019
Telefone: (54) 3332-1699
Curta nossa página no Facebook:
Ensolarado
14°
13°C
Não-Me-Toque/RS
Ensolarado
Destaques

O povo pediu Armando voltou

07.10.2016 17h47  /  Postado por: upside

A música da campanha da coligação Não-Me-Toque no Rumo Certo, criada pela dupla Miguel e Malinha, sentenciou o que seria o resultado das urnas no dia 2 de outubro. “O povo pediu e Armando está de volta…”. Os músicos que são admiradores de Armando Roos, compuseram músicas paraas três campanhas (2000, 2004 e agora, em 2016). A terceira vitória nas urnas veio com 51,70% dos votos válidos. Em segundo ficou o candidato do PMDB, Edegar Estery, com 36,48% e em terceiro Vanderlei Feil, da coligação Coragem para Mudar, com 11,82%.

Com a vitória nas urnas no domingo, 2 de outubro, Armando Carlos Roos conquista o terceiro mandato. Depois de quebrar a alternância do PP e PMDB na prefeitura, Armando se consagra como o político que mais vezes foi eleito em Não-Me-Toque. A vitória, neste ano, veio ao lado do vice Pedro Paulo Falcão da Rosa, também do PP. A comemoração ocorreu ainda antes de a Justiça Eleitoral promulgar os resultados.

Armando e Pedro Paulo, ao lado dos candidatos da coligação eleitos para a Câmara usaram o Altar da Pátria para se manifestar após o resultado, no domingo 2 de outubro

Armando e Pedro Paulo, ao lado dos candidatos da coligação eleitos para a Câmara usaram o Altar da Pátria para se manifestar após o resultado, no domingo 2 de outubro

Reunidos no salão de festa do prédio onde mora, Armando e companheiros da coligação fizeram uma contagem paralela dos votos conforme foram sendo abertas as urnas. O grupo deixou o prédio em caravana, fez carreata pelo centro da cidade e se concentrou na praça, onde uma multidão aguardava os candidatos. O prefeito eleito e seu vice dirigiram palavras de agradecimento ao povo. Também falou a prefeita Teodora Lütkemeyer e o coordenador da Campanha, Valdir Kirst.

eleitos

Prefeito Armando Roos: 72 anos, natural de Não-Me-Toque-RS, agricultor, ensino médio completo. Já foi prefeito por dois mandatos, 2001-2004 e 2005-2008. Vice-prefeito Pedro Paulo: 51 anos, natural de Não-me-Toque, servidor municipal, ensino fundamental completo, atualmente é vereador

Eleição tranquila, apuração rápida
O Cartório Eleitoral de Não-Me-Toque, com coordenação do juiz eleitoral Márcio Sfredo Monteiro e do promotor público eleitoral, Leandro Bonatto, realizou a mais tranquila e rápida eleição de todos os tempos. A primeira urna chegou ao Cartório Eleitoral às 17h10min, vida da Escola Geny. A última urna, das 43, chegou às 17h50min e o resultado oficial foi proclamado antes das 19h. depois de todos os dados serem inseridos no sistema do Tribunal Regional Eleitoral.
De acordo com o juiz eleitoral, a eleição não teve nenhum registro de incidente entre candidatos, eleitores e nas seções eleitorais. Não foi preciso substituir nenhuma urna.
A 117ª Zona Eleitoral compreende os municípios de Não-Me-Toque, Victor Graeff e Tio Hugo. Trabalharam nestas eleições 200 mesários, contribuindo para a realização do pleito com sucesso.
O comparecimento dos eleitores ficou abaixo das últimas médias. Foi registrado uma abstenção de 13,17% contra 8% em pleitos anteriores. O número de votos em branco (253) foi de 2,2% e nulos (214), 2,14%. Dos 13.138 eleitores, 1.730 não compareceram para votar.
Resultados
Armando Roos ficou com 51,70% dos votos (5.641)
Edegar Estery com 36,48% (3.980 votos)
Vanderlei Feil ficou com 11,82% (1.290 votos)

Cartório Eleitoral de Não-Me-Toque foi a primeira zona eleitoral a concluir com apuração dos votos

Cartório de Não-Me-Toque foi a primeira zona eleitoral a concluir apuração dos votos

Câmara de Vereadores
Quarenta candidatos disputaram as nove vagas na Câmara de Vereadores de Não-Me-Toque. Os candidatos da coligação Coragem para Mudar (PDT e PCdoB) fizeram 1.675 votos e elegeram dois vereadores:
Everaldo Quadros de Moura – 401 votos
Betinho Maurer – 364 votos
Os candidatos do PMDB somaram 3.308 votos e elegeu dois vereadores, entre eles o mais votado:
Beto Fritzen – 1.013 votos
Betão Bacher – 655 votos
Os candidatos a vereador da coligação NMT no Rumo Certo (PP, PT, PTB, PSB, PSD e PSDB) somaram 5.248 votos. Os eleitos foram:
Paulão da Ambulância (PP) – 678 votos
Maiquel Negão (PTB) – 616 votos
Charles Moraes (PP) – 604 votos
Neca Trennepohl (PP) – 569 votos
Kraus (PP) – 310 votos
Juntos os partidos obtiveram 10.231 votos. Primeiro voto a ser dado na urna, o voto do vereador registrou 504 votos na legenda, 411 brancos e 253 nulos. Foram 1.168 votos desperdiçados que somados às abstenções alcançam 2.898 votos.
Os votos de legenda, quando o eleitor coloca somente os dois primeiros números, são computados para o partido. Possivelmente, a maior parte ocorre por engano, quando o eleitor vai mal informado e pensa estar votando no prefeito, que requer apenas dois dígitos. O primeiro voto foi para o vereador (cinco números) e o segundo para prefeito (dois números).

Quociente eleitoral
O cálculo para o número de vagas no Legislativo obedece ao critério estabelecido pela Lei Eleitoral, definido como quociente eleitoral. Os critérios levam em consideração o número de eleitores que compareceram às urnas, o número de leitores da cidade e a quantidade de votos das coligações.
Neste ano, o PP foi beneficiado. Kraus entrou na última vaga com 310 votos, quando Terezinha Zulpo (PDT) com 335 votos; Barroso (PMDB) com 329 votos e Néri do Nascimento (PMDB) com 321 votos, ficaram na suplência. Na eleição anterior, o PP teve dois vereadores com mais votos do que os últimos do PDT que foram eleitos.

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.