Quarta-feira, 12 de Dezembro de 2018
Telefone: (54) 3332-1699
Curta nossa página no Facebook:
31°
22°
30°C
Não-Me-Toque/RS
Nublado
Ciência e Tecnologia

Dica Triway: 5 lições que os ataques virtuais criminosos do dia 12 de maio ensinam sobre segurança na internet

16.05.2017 23h19  /  Postado por: upside
Você precisa manter o seu Wi-Fi protegido por senha e não compartilhar sinal com os vizinhos

Você precisa manter o seu Wi-Fi protegido por senha e não compartilhar sinal com os vizinhos

O assunto “segurança virtual” é frequentemente tratado na mídia. Mas o tema ganhou destaque mesmo após os ataques virtuais do dia 12 de maio, que atingiram cerca de 100 países, inclusive o Brasil. Desde usuários domésticos até grandes empresas e instituições tiveram prejuízos incalculáveis com a perda de informações importantes.

O vírus em questão foi batizado como “Wanna Cry”, traduzindo para o bom português, “vontade de chorar”. Ao infectar um computador, se apropria de todos os dados pessoais do usuário e pede uma recompensa em dinheiro para devolver as informações. O pagamento é solicitado em Bitcoins, moeda virtual que dificulta o rastreamento do valor. Mesmo fazendo o pagamento do valor (o que não é recomendado) não há nenhuma garantia de reaver os dados do computador, afinal, se está lidando com criminosos. Apesar de este ataque ter sido contido, a ameaça existe e podem ocorrer novos incidentes de segurança a qualquer momento. E nos traz importantes lições sobre a segurança dos nossos dados.  Confira cinco delas.

1 – Utilizar software original e mantê-lo atualizado. Para usuários domésticos, este cuidado custa menos que nas empresas, então vale a pena adotá-lo. Por exemplo, quando a Microsoft lançou o Windows 10, todos os usuários das versões anteriores (7 e 8), puderam atualizar gratuitamente para o novo sistema operacional, não precisando adquirir novamente o software.  E, uma vez possuindo o Windows 10, as atualizações são todas gratuitas e podem ser baixadas e instaladas automaticamente ou por meio de solicitações do usuário. Vale lembrar que, na ocasião do ataque (que atingiu usuários do Windows) os computadores que estavam com o sistema operacional atualizado não foram atingidos.

2 – O bom e velho antivírus não pode ser deixado de lado. E não adianta apenas comprar ou instalar uma versão gratuita e não fazer mais nada, é fundamental atualizar o antivírus com frequência.

São duas as formas principais de backup: na nuvem ou usando HD externo

São duas as formas principais de backup: na nuvem ou usando HD externo

3 – O backup dos seus arquivos mais importantes é indispensável. Não é “só” um ataque virtual que pode acabar com todos os seus arquivos do computador. Um simples problema técnico também tem o poder de eliminar fotos, documentos, trabalhos e tudo o que de importante está na sua máquina. São duas as formas principais de backup: na nuvem, usando uma conta gratuita ou comprando espaço em serviços de armazenamento online como Google Drive e Dropbox, e também em HDs externos – os mais recomendáveis para quem precisa salvar uma grande quantidade de arquivos ou informações confidenciais que você não quer mandar para nenhum servidor online. Faça o backup necessário e guarde o HD em local seguro, desconectado da internet.

4 – Não acreditar em tudo que lê na internet, anúncios, e-mails…. A grande maioria dos vírus que adentra nosso computador chega por meio da nossa autorização. Como assim??? Clicando em alguma notícia falsa, em algum banner de anúncios (principalmente de ofertas mais convidativas), instalando algum programa ou atualização que não foi obtida diretamente do site oficial da empresa fornecedora. Inclusive, com essa onda de ataques, muitos criminosos virtuais certamente se aproveitarão, enviando e-mails e criando anúncios solicitando a atualização do seu sistema operacional. Mais uma vez, lembre da orientação de somente baixar aplicativos e atualizações diretamente do site da empresa fornecedora.

5 – Ter cuidado com as redes que acessa – e manter segura a sua rede pessoal.  Os vírus podem se espalhar facilmente pelas redes. Isso é um grande problema nas empresas onde um computador infectado pode afetar todos os demais. Mas até na rede Wi-Fi da sua residência o risco existe, e é por isso que você precisa manter o seu Wi-Fi protegido por senha e não compartilhar sinal com os vizinhos (você não conhece todo mundo que terá acesso à rede).

Ajude mais pessoas com este conteúdo, compartilhando as nossas dicas nas redes sociais. Acesse blog.triway.net.br e confira mais orientações sobre segurança na internet.

Ajude mais pessoas com este conteúdo, compartilhando as nossas dicas nas redes sociais. Acesse blog.triway.net.br e confira mais orientações sobre segurança na internet.

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.