Terça-feira, 17 de Setembro de 2019
Telefone: (54) 3332-1699
Curta nossa página no Facebook:
Alguns chuviscos
19°
14°
15°C
Não-Me-Toque/RS
Alguns chuviscos
Cultura e lazer

Harrie Stapelbroek recebe honraria em sessão solene

Harrie Stapelbroek recebe honraria em sessão solene
09.09.2019 10h22  /  Postado por: helaine

CIDADÃO HONORÁRIO DE NÃO-ME-TOQUE

Por: Helaine Gnoatto Zart – contato@afolhadosul.com.br

A esposa, Elisabeth Souiljee Stapelbroek, ao lado de Harrie Johannes Stapelbroek que recebe a honraria de Charles Morais.

Por indicação do vereador Charles Morais (PP),  o imigrante holandês que chegou em Não-Me-Toque no ano de 1953, junto com os pais e 11 irmãos, Harrie Johannes Stapelbroek recebeu o Título de Cidadão Honorário de Não-Me-Toque, concedido pelo Executivo Municipal por meio da Lei Municipal nº 5.086. A sessão solene foi realizada no dia 24 de agosto, no Plenário da Câmara de Vereadores que ficou lotado.

Emocionado com a homenagem, manifestou sua gratidão por ser lembrado, mas, especialmente, ao povo de Não-Me-Toque que acolheu todos os imigrantes:

– Quando buscamos financiamento no Banco do Brasil em Passo Fundo, foram os não-me-toquenses que assinaram garantindo ao banco que éramos dignos de crédito. Não tem dinheiro que pague aquilo que fizeram por nós, especialmente pelos nossos pais, que passaram muitas dificuldades.

Ressaltou que tudo que fizeram é uma forma de recompensar a confiança e a acolhida e que na vida dos imigrantes, nunca faltou fé e trabalho. Falou do orgulho de ser não-me-toquense, de ver a união das etnias trabalhando juntas e dançando no Natal Étnico.

– Fizemos o melhor possível, graças a confiança que recebemos. Muito obrigado! – declarou.

Prestigiaram a sessão os vereadores, familiares e amigos.

O vereador Charles Morais relatou que na medida que foi conhecendo os imigrantes foi crescendo sua admiração.

– São famílias que chegaram com as roupas e algumas ferramentas. Trouxeram o conhecimento da agricultura e impulsionaram a indústria, que se tornou a base do desenvolvimento de nosso município, hoje Capital Nacional da Agricultura de Precisão.  Indicamos o Seu Harrie por conhecer sua grande contribuição para o município de Não-Me-Toque. Além de empresário que oferece emprego e contribui para o desenvolvimento, também tem relevante participação social – justificou o vereador, feliz em poder fazer a homenagem como forma de agradecimento pelo que já fez e ainda realiza pela comunidade.

Na sua manifestação, o prefeito Pedro Paulo Falcão da Rosa ressaltou a índole exemplar e a disponibilidade de trabalhar e ajudar a comunidade:

– Deixo o reconhecimento do Poder Público Municipal pela sua linda história e por tudo que fez pelo nosso querido município.

O presidente da Câmara de Vereadores, Carlos Alberto Bacher, considerou importante e merecida homenagem a um imigrante que sempre contribuiu com sua dedicação e trabalho gerando emprego e progresso.

– O Poder Público tem o dever de reconhecer sua importância e é com muita satisfação que o fazemos através da concessão do título de Cidadão Honorário, especialmente nesta data em que a comunidade holandesa comemora 70 anos de imigração, a quem estendemos nossa homenagem agradecendo a contribuição para o desenvolvimento do nosso município.

HARRIE HOHANNES STAPELBROEK

Nascido na Holanda, no dia 7 de junho de 1940 e radicado em Não-Me-Toque desde o ano de 1953, Harrie Johannes Stapelbroek, é filho caçula de Johannes Bernardus Stapelbroek e Johanna Hendrika Stapelbroek Assinck. Foi um dos diretores-proprietários da empresa Stara fundada por seu pai até 1997, quando resolveu desligar-se para fundar junto com seus filhos a própria empresa, a Stahar – Stapelbroek & Cia. Ltda.

Seu grande senso humanitário faz com que seja destaque na comunidade. Homem discreto, foi presidente da Comunidade Católica Cristo Rei durante vários anos. Em sua gestão, junto com Edegar Fritzen, liderou a construção do salão de esportes e do salão de festas Cristo Rei. Por 14 anos, atuou como vice-presidente do Lar do Idoso São Vicente de Paulo, onde sua presença foi decisiva nas grandes questões.

Foi presidente do Lyons Clube na gestão de 1975/1976, com relevante atuação social no município. Nos últimos anos faz o papel de São Nicolau, para a alegria das crianças e para manter viva a tradição trazida pelos imigrantes. Harrie guarda com muito cuidado uma coleção de artefatos usados durante a 1º Guerra Mundial 1914/1918 quando seu pai atuou na organização dos quartéis, bem como alguns objetos da antiga oficina de seu pai, fundador da Stara.

Empresário íntegro trabalhador, foi destaque no ano de 1991, quando foi homenageado com o título de “Empresário Cristão do Ano”, no âmbito regional, pela Associação de Dirigentes Cristãos de Empresas (ADCE). Foi presidente da Associação Holandesa – 2008 a 2011 – tendo atuado em outros cargos da diretoria por diversos anos.

Casado com Elisabeth Souiljee Stapelbroek, pais de Alexandro (in memoriam), Fernando, Ana Paula e Gabriela.

Com informações: Livro A Caminho da Esperança – Imigração Holandesa em Não-Me-Toque (Cornélia van Riel e Helaine Gnoatto Zart).

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.