Quarta-feira, 03 de Junho de 2020
Telefone: (54) 3332-1699
Curta nossa página no Facebook:
Tempo limpo
14°
6°C
Não-Me-Toque/RS
Tempo limpo
Destaques

Governador libera municípios para aliviar vedações ao comércio

Medidas de restrição seguem até 30 de abril em municípios da Região Metropolitana de Porto Alegre e da Serra
Governador libera municípios para aliviar vedações ao comércio
Conforme Leite, as restrições podem ser revogadas antes do fim do mês caso os dados necessários e as análises sejam concluídos - Foto: Felipe Dalla Valle / Palácio Piratini
15.04.2020 19h38  /  Postado por: helaine

Caberá aos prefeitos fora das regiões de Caxias do Sul e de Porto Alegre determinar o que será liberado, desde que não infrinjam as regras estaduais, que justifiquem suas decisões em decretos municipais e observem os indicadores de contágio locais.

A decisão de prorrogar as medidas de restrição à circulação de pessoas e serviços no Estado até o dia 30 de abril ocorreu na tarde desta quarta-feira (15/4), após o governador Eduardo Leite divulgar os primeiros resultados da pesquisa de projeção da população infectada pelo novo coronavírus no Rio Grande do Sul.

– Não sabemos como tudo vai andar. Estamos lidando com algo absolutamente novo, mas queremos andar juntos com a sociedade gaúcha. Não sabemos qual vai ser o comportamento do vírus, mas o comportamento do governo do Estado vai ser sempre o da transparência, da retaguarda devida dos profissionais da saúde e do foco permanente em cuidar das pessoas, antes de mais nada e acima de tudo – iniciou destacando o governador.

Conforme Leite, as restrições podem ser revogadas antes do fim do mês caso os dados necessários e as análises sejam concluídos – Foto: Felipe Dalla Valle / Palácio Piratini

Conforme Leite, as restrições poderão ser revogadas antes do fim do mês caso todos os dados necessários e as respectivas análises sejam concluídos. Uma das informações que o Estado ainda aguarda é o índicd de ocupação de leitos georreferenciada. Dos 300 hospitais gaúchos, 36 ainda não informaram seus dados no sistema criado pelo governo.

Somente com a consolidação e atualização diária desses dados o RS poderá migrar do atual modelo de restrição de circulação de pessoas e serviços – implementado por meio de decreto de 1º de abril – para uma nova política de enfrentamento ao coronavírus, chamada de distanciamento social controlado.

– Esse novo modelo servirá de padrão para a gestão de risco da epidemia. Vamos monitorar constantemente o nosso sistema de saúde, a velocidade de contágio, o número de testes, o número de internações, a taxa de mortalidade e a capacidade e ocupação de leitos, assim como a situação econômica e a nossa capacidade de absorção e reação dos impactos nos diferentes setores e serviços. Só assim vamos tomar as decisões sobre os próximos passos na saúde e na economia do RS – esclareceu Leite.

Essa nova política está sendo estruturada em duas frentes: uma matriz de orientações para a população e um protocolo de abertura aos diversos setores, que vai responder ao avanço do coronavírus no Estado e à evolução da economia gaúcha.

O novo decreto estadual, prorrogando as medidas no território gaúcho, deverá ser publicado entre a noite desta quarta-feira (15/4) e a manhã de quinta (16/4).

Cidades deverão manter as restrições ao comércio:

Região Metropolitana de Porto Alegre
• Alvorada
• Araricá
• Arroio dos Ratos
• Cachoeirinha
• Campo Bom
• Canoas
• Capela de Santana
• Charqueadas
• Dois Irmãos
• Eldorado do Sul
• Estância Velha
• Esteio
• Glorinha
• Gravataí
• Guaíba
• Igrejinha
• Ivoti
• Montenegro
• Nova Hartz
• Nova Santa Rita
• Novo Hamburgo
• Parobé
• Portão
• Porto Alegre
• Rolante
• Santo Antônio da Patrulha
• São Jerônimo
• São Leopoldo
• São Sebastião do Caí
• Sapiranga
• Sapucaia do Sul
• Taquara
• Triunfo
• Viamão

Região Metropolitana da Serra Gaúcha
• Antônio Prado
• Bento Gonçalves
• Carlos Barbosa
• Caxias do Sul
• Farroupilha
• Flores da Cunha
• Garibaldi
• Ipê
• Monte Belo do Sul
• Nova Pádua
• Pinto Bandeira
• São Marcos
• Santa Teresa
• Nova Roma do Sul

Texto: Vanessa Kannenberg
Edição: Marcelo Flach/Secom
Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.