Passo Fundo/RS: Tempo limpo
Carazinho/RS: Tempo limpo
Passo Fundo/RS: Tempo limpo
Carazinho/RS: Tempo limpo

Notícias

Trabalho voluntário levou Iara e sua filha Vitória a transformar a própria casa em atelier para a confecção de máscaras que são trocadas por alimentos entregues a famílias em situação de fragilidade social

28 de maio de 2020

Produção voluntária de máscaras arrecada mais de duas toneladas de alimentos

Por: Felipe Keller

Uma ação espontânea. Exemplar. Trabalho voluntário de mãe e filha, aumenta a doação de alimentos frente à pandemia. Juntas, Iara Wentz, com a colaboração da filha Vitória Schwaab, haviam feito inicialmente 200 unidades de máscaras para doação. Com tecido adquirido para continuar a produção artesanal, no feriado de Tiradentes (21 de abril), decidiram que poderiam ajudar ainda mais no enfrentamento ao novo coronavírus.

- Passamos a trocar cada máscara por dois quilos de alimento não perecível para entregarmos à famílias carentes de nossa cidade – comentou Iara.

Então, começaram divulgar a ideia em uma rede social, motivaram-se a fazer mais máscaras para as pessoas. Com a chegada de material doado voluntariamente por pessoas da comunidade, a produção não parou e foi crescendo, na medida que aumentava também a procura.

Trabalho voluntário levou Iara e sua filha Vitória a transformar a própria casa em atelier para a confecção de máscaras que são trocadas por alimentos entregues a famílias em situação de fragilidade social

Iara agradece de maneira especial ao apoio de Douglas Alberton e Carla Van Riel, além das lojas que atenderam no feriado e domingo. Segundo a voluntária, já foram entregues 65 cestas básicas, de 28kg média.

- Eu e minha filha já confeccionamos 2.000 mil máscaras em um mês, e arrecadamos mais de duas toneladas de alimentos que foram distribuídos. Temos a certeza que ganhamos muito podendo ajudar quem precisa – mencionou.

As máscaras são 100% de algodão. A descoberta que não-me-toquenses estavam precisando de alimentos, devido a problemas econômicos causados pela redução das oportunidades de trabalho em função do isolamento social, comoveu mãe e filha. Iara acredita que as pessoas vão precisar muito de ações semelhantes até o cenário de convívio social se restabelecer.  Como mãe, lembrou das crianças, onde muitas tem na merenda da escola a principal refeição do dia.

A doação não se limita a sacolas de alimentos. Quem é beneficiado ainda recebe máscara para se proteger.  A solidariedade ao próximo continua:

-  Faço um apelo à comunidade em geral, olhe para o lado e estenda a mão a quem precisa, é hora de nos unirmos.

A voluntária agradece também a todos que acreditaram na boa intenção e trouxeram alimentos pra essa iniciativa.

Interessados em ajudar para confecção de novas máscaras ou indicar uma família necessitando de alimento em casa, desde que seja moradora de Não-Me-Toque, pode entrar em contato pelos telefones (054) 9.9165-7300 (Iara) e (054) 9.9611-6213 (Vitória).

Já foram produzidas pelo menos 300 máscaras
A campanha se chama "Nós protegemos, você alimenta"

Utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Permitir