Quarta-feira, 12 de Agosto de 2020
Telefone: (54) 3332-1699
Whatsapp: 54 9 9932 7709
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Alguns chuviscos
15°
15°C
Não-Me-Toque/RS
Alguns chuviscos
Ao Vivo:
Agronegócios

Milho: para uma boa arrancada

Milho: para uma boa arrancada
22.07.2020 07h46  /  Postado por: helaine

Quem se planeja e ajusta máquinas antes de entrar em campo, nota a diferença ao final da colheita. É o que garantem os produtores Jair Kuhns (Coqueiros do Sul), Lindomar Busnello (Estação) e Bibiana Michelini (Vista Alegre). Na área da Cotrijal, a semeadura deverá ocorrer a partir de setembro.

Lindomar Busnello está com boas expectativas para a cultura nesta safra.

“É fundamental escolher semente boa, mas também os discos e anéis adequados para cada híbrido e regular a semeadora”, destaca Jair Kuhns. O produtor destina 12 hectares da sua propriedade para o cereal, mas já pensa em aumentar área na safra 2021/22.

Jair Kuhns garantiu nas Lojas Cotrijal os discos novos para a semeadora.

Para Lindomar Busnello (Estação), o produtor que investe na cultura precisa ficar atento a dois pontos: mercado e olhar o cereal além de uma safra. “Estou otimista com relação a essa safra. Acredito que vamos conseguir produzir bem”, observa o associado, atento ao quesito plantabilidade.

“É uma cultura que exige tecnologia e muito conhecimento. Sempre direcionamos um percentual da área para o plantio de milho, até em função dos benefícios que o cereal traz para o sistema de produção”, explica a produtora Bibiana Michelini, com tradição no cultivo de milho.

Juliano e Bibiana Michelini aprovam o trabalho com o milho.

Confira a reportagem completa na edição de julho do Jornal da Cotrijal.

START PARA O MILHO

O calendário agrícola para a safra de verão 2020/2021 tem na semeadura do milho o ponto de partida. Para o produtor, o trabalho começa bem antes de setembro, com a aquisição de insumos (sementes e fertilizantes), preparação das áreas e regulagem dos maquinários.

 

Leonardo Kerber: testes de plantabilidade na Cotrijal para dar melhor orientação ao produtor.

“Tudo está interligado e colabora para que o produtor possa trabalhar com qualidade e bons manejos”, pontua o coordenador do programa Ciclus, Leonardo Kerber.

Kerber ressalta ainda que uma semeadora bem regulada, com as peneiras e anéis corretos, possibilita uma distribuição mais uniforme e um bom arranjo de plantas nas lavouras. As semeadoras a vácuo também exigem regulagem adequada para a correta implantação das áreas.

*Assessoria de Imprensa da Cotrijal
Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.