Passo Fundo/RS: Tempo limpo
Carazinho/RS: Chuvas esparsas
Passo Fundo/RS: Tempo limpo
Carazinho/RS: Chuvas esparsas

Notícias

12 de fevereiro de 2021

Conselho Tutelar Alerta sobre Golpe

Por Laura Simon Marques

A prefeitura de Não-Me-Toque, a partir do Colegiado do Conselho Tutelar, lançou um comunicado de alerta à população sobre cuidados com qualquer situação suspeita em relação a indivíduos se passando por Conselheiros Tutelares, tentando raptar crianças de suas residências.

“Qualquer situação suspeita ou semelhante, comunique imediatamente a Brigada Militar. Informamos que os Conselheiros Tutelares sempre fazem o uso de crachás e uniformes, identificados com nome, cargo e brasão do município.” Eles divulgaram.

O aviso foi dado por conta de um caso ocorrido em Getúlio Vargas na manhã de quinta-feira, 11 de fevereiro, onde, segundo nota da prefeitura da cidade, houve uma tentativa de sequestro de uma criança quando três suspeitos, sendo duas mulheres e um homem, se identificaram como sendo do Conselho Tutelar e como soldado da Brigada Militar para conseguirem acesso a criança.

Segundo o Portal Tchê, os indivíduos chegaram logo de manhã, com um veículo preto, bem-vestidos, alegando para a mãe que havia uma denúncia de maus tratos, que o menor estava desnutrido e que eles estavam ali para levá-lo. Todos os suspeitos seriam brancos, as mulheres loiras e o homem um pouco mais velho, aparentando 40 anos, de cabelos escuros. A responsável se recusou a entregar a criança, e uma das criminosas prosseguiu a tentar arrancá-la do colo da mãe, a vítima então, desesperada, começou a pedir por socorro e gritar que iria chamar a polícia.

Os três desistiram e foram embora depois disso.

A Brigada Militar pode ser contatada pelo número 190 ou 3332-1226 para ser reportada de casos similares.

 

Fonte: Prefeitura de Não-Me-Toque; Prefeitura de Getúlio Vargas e Portal Tchê.

Utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Permitir