Domingo, 20 de Junho de 2021
Telefone: (54) 3332-1699
Whatsapp: 054 9 9715-2658
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Tempo nublado
13°
12°C
Não-Me-Toque/RS
Tempo nublado
Ao Vivo:
Destaques

Prefeito de Não-Me-Toque proíbe eventos e restringe funcionamento de bares, lancherias, templos religiosos e locais públicos

Prefeito de Não-Me-Toque proíbe eventos e restringe funcionamento de bares, lancherias, templos religiosos e locais públicos
Foto: Roger Amaral/Jornal A Folha.
21.05.2021 12h10  /  Postado por: A Folha
Por Roger Amaral

Em coletiva de imprensa realizada na manhã desta sexta-feira (21), no gabinete da prefeitura municipal, o prefeito Gilson dos Santos (Maninho), anunciou novas medidas restritivas visando frear o contágio da Covid-19 no município.

Estão vedados a partir de hoje, qualquer tipo de evento em Não-Me-Toque, até mesmo os particulares. Principalmente nos postos de combustíveis, que poderão segundo o Decreto apresentado, apenas comercializar seus produtos, sem realizar ou promover qualquer tipo de aglomeração ou consumo no local.

Restaurantes, bares, lancherias e similares também tiveram seu funcionamento restringido, está permitido o funcionamento com ingresso de clientes nos locais somente até 22 horas, e permanência no máximo até 23 horas. Todos os estabelecimentos devem seguir os protocolos de distânciamento, uso obrigatório de máscaras e higienização.

Os templos religiosos também foram afetados. Tendo a sua capacidade de ocupação máxima diminuída para 50 pessoas.

A permanência em locais públicos também está restrita, somente para circulação de pessoas, sem aglomerações em ruas, avenidas e praças.

Qualquer tipo de prática esportiva coletiva com contato físico está vedada. Permitido apenas atividades esportivas que envolvam no máximo 4 pessoas.

Feiras, exposições, congressos e similares estão proibidos, exceto, a Feira do Produtor Rural junto ao Campo do Colorado que deve respeitar todos os protocolos.

Em relação ás aulas, o prefeito afirmou que no momento tudo segue dentro do que já estava acontecendo. A situação está sendo acompanhada de perto em todas as escolas e se necessário irá restringir também o funcionamento dos educandários.

A vigência do Decreto apresentado terá no mínimo 15 dias, podendo o mesmo ser alterado conforme o avanço da pandemia e a subida do número de casos na cidade.

Os demais segmentos devem continuar seguindo todas as medidas e protocolos estabelecidos pela Vigilância Sanitária, redobrando os cuidados sempre.

CONFIRA O PRUNUNCIAMENTO NA ÍNTEGRA:

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.