Segunda-feira, 20 de Setembro de 2021
Telefone: (54) 3332-1699
Whatsapp: 054 9 9715-2658
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Tempo nublado
31°
18°
25°C
Não-Me-Toque/RS
Tempo nublado
Ao Vivo:
Agronegócios

Empresa Roos inova instituindo sistema de coleta, separação e destino de resíduos nas 12 unidades

Empresa Roos inova instituindo sistema de coleta, separação e destino de resíduos nas 12 unidades
Central de Resíduos foi construída na Unidade sede em Não-Me-Toque (Foto: Helaine Gnoatto Zart).
23.07.2021 10h09  /  Postado por: A Folha
Por Helaine Gnoatto Zart

Você sabia que cada pessoa produz em média 1,5 kg de resíduos por dia?

Quando você coloca o saquinho do lixo para a coleta urbana, pensa que não é mais preocupação sua, não é?

Mas você já pensou qual o destino dos resíduos de uma casa, empesa ou cidade? Já se deu conta que não tem como jogar fora esse “lixo” pois vivemos todos no mesmo planeta e, de alguma forma, o lixo impacta na sua vida.

Central atende todos os padrões para receber os resíduos.

Na segunda-feira (19 de julho), a Empresa E. Orlando Roos de Não-Me-Toque deu um passo importante para dar destino correto aos resíduos, instalou uma Central de Resíduos, com apoio da Adama.

Os colaboradores da matriz e das 11 filiais estão comprometidos em separar todo tipo de resíduos que produzem ao longo do dia: papel, vidro, metal, contaminados, óleo, borracha, lâmpadas, alumínio, sucata e até as casquinhas (resíduos da indústria de grãos).

O material será transportado para a Central de Resíduos e, conforme tiver volume, entregue para as recicladoras licenciadas. A renda será destinada para entidade social.

O projeto da Central de Resíduos foi desenvolvido pela equipe do Meio Ambiente, liderado pela analista ambiental Elisa Schuster, com integral apoio da direção, no ato da inauguração representada pelo diretor presidente Airton Gilmar Roos.

— Desejamos ser exemplo na questão do destino dos resíduos, onde, de fato, demonstramos comprometimento com o meio ambiente e preocupação social — comentou Airton Roos.

Com três ambientes separados a Central está apta a receber os resíduos da matriz e 11 filiais.

O diretor-presidente elogiou o projeto da equipe e os colaboradores por contribuir com os efetivos resultados.

Elisa Schuster ressaltou que entre as motivações para o projeto está o crescimento na geração de resíduos e seu impacto na vida no Planeta.

— Consideramos os resíduos algo insignificante, que pode ser descartado, no entanto, tem um impacto muito grande e, como empresa, passamos a olhar de forma diferente, pensando que os diferentes materiais poderiam ser encaminhados diretamente para recicladoras, gerando, inclusive, recursos que poderão beneficiar uma entidade — destaca a bióloga.

O propósito é contribuir e despertar a consciência ecológica e social da reciclagem, melhorar a vida no Planeta. Com a implantação da Central de Resíduos, a Sementes Roos passa a ter a separação, padronização e o destino ambientalmente correto.

Participaram da apresentação da Central de Resíduos os colaboradores do Centro Administrativo, representante da Adama, representantes da o setor do Meio Ambiente da Prefeitura e a imprensa.

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.