Terça-feira, 21 de Setembro de 2021
Telefone: (54) 3332-1699
Whatsapp: 054 9 9715-2658
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Tempo nublado
20°
11°
15°C
Não-Me-Toque/RS
Tempo nublado
Ao Vivo:
Notícias

Sete de Setembro será marcado por protestos no país

Sete de Setembro será marcado por protestos no país
07.09.2021 08h19  /  Postado por: A Folha
Por Correio do Povo

O 7 de Setembro tem previstas grandes manifestações, especialmente a favor e também contra o presidente Jair Bolsonaro, em Brasília, São Paulo e outras capitais. Bolsonaro deve permanecer na capital federal pela manhã. À tarde, estará em São Paulo, na Avenida Paulista. Com ocupação de quase 100% nos hotéis, a segurança em Brasília terá reforço, com restrição de acesso aos espaços onde devem ocorrer os protestos.

O policiamento será intensificado em toda a região central de Brasília. O governo do Distrito Federal destacou 5 mil agentes da segurança pública para os atos. A Polícia Militar realizará linhas de revistas pessoais e bloqueios nas principais vias da Esplanada e proximidades da Torre de TV. O acesso à Praça dos Três Poderes será restrito.

A Polícia Militar escalará todo o efetivo para o feriado de 7 de setembro. O comando da corporação atende a uma recomendação do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios. Objetos pontiagudos, garrafas de vidro, hastes de bandeiras e outros materiais que coloquem em risco a segurança de manifestantes e população serão proibidos nas áreas onde estão previstos os atos. Há restrição para uso de drones sem autorização no espaço aéreo da Esplanada.

Serão dois espaços para os atos. Os manifestantes pró-governo ficarão na Esplanada dos Ministérios. São 13 grupos cadastrados pela Secretaria da Segurança do DF. O ponto de encontro será a Biblioteca Nacional. De lá, seguirão pela Esplanada e poderão chegar até a Avenida José Sarney. Os monumentos e prédios públicos estarão fechados com gradil e resguardados por policiais.

Os manifestantes contrários ao governo irão se concentrar no estacionamento da Torre de TV, a partir das 8h, ao lado da Praça das Fontes. De lá, seguirão em caminhada, a partir das 10h, até o Memorial dos Povos Indígenas. A PM fará a segurança do perímetro e acompanhará todo o trajeto.

Atos na Capital

Em Porto Alegre, os grupos estarão separados por apenas três quilômetros. Enquanto as pessoas alinhadas ao governo federal prometem se concentrar nas imediações do Parcão, no bairro Moinhos de Vento, os oposicionistas terão como ponto inicial do ato o Parque da Redenção. A tendência é de que as duas manifestações sejam reforçadas por caravanas do interior.

O ato pró-Bolsonaro é organizado pelo movimento Livre Iniciativa RS. Nas redes sociais, o grupo prevê que a chegada dos primeiros apoiadores ocorra por volta das 15h. Antes, uma carreata deve ser realizada da zona norte de Porto Alegre até o Parcão. O espaço, tradicionalmente usado por partidos governistas na Capital, receberá um reforço na estrutura para a ocasião.
Até o momento, com exceção da carreata que antecederá o ato, não há previsão de que os apoiadores do presidente façam algum tipo de deslocamento nas ruas. As principais reivindicações do grupo são o impeachment do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo, e o voto impresso.

A manifestação contra o governo federal terá como carro-chefe o “Grito dos Excluídos”, que percorre as ruas de Porto Alegre há décadas no feriado da Independência. O ponto de encontro do grupo será o espelho d’água da Redenção, onde a movimentação deve se intensificar por volta das 11h30min. Duas horas depois, terá início uma passeata. O trajeto ainda não foi revelado pelos organizadores.

Atos na Região

Tio Hugo, às margens da BR 386, entroncamento com a ERS 223 e ERS 153, vai receber manifestantes de pelo menos onze municípios, no dia 7 de setembro.

A organização popular ocorre por grupos de Whatsapp e reuniões. Os manifestantes já contam com a arte de frases e adesivos para usar no dia da manifestação, em apoio ao Presidente Bolsonaro, e a favor da liberdade de manifestação e opinião.

A convocação é para que os participantes usem roupas verde e amarela e tragam bandeiras do Brasil.

Já confirmaram participação dos municípios: Campos Borges, Colorado, Ernestina, Espumoso, Ibirapuita, Não-Me-Toque, Nicolau Vergueiro, Quinze de Novembro, Soledade, Tapera e Victor Graeff.

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.