Sexta-feira, 26 de Novembro de 2021
Telefone: (54) 3332-1699
Whatsapp: 054 9 9715-2658
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Tempo nublado
22°
16°
20°C
Não-Me-Toque/RS
Tempo nublado
Ao Vivo:
Polícia

Polícia Civil prende presidente da Câmara de Vereadores e secretário de Obras de Canela

Polícia Civil prende presidente da Câmara de Vereadores e secretário de Obras de Canela
Ao todo, 175 agentes foram mobilizados pela força-tarefa. Foto: Polícia Civil/Divulgação
08.11.2021 13h58  /  Postado por: A Folha
Por Redação Acontece no RS

O presidente da Câmara Municipal de Canela,  Alberi Dias (MDB), o secretário de Obras, Luiz Claudio da Silva, e o interventor do Hospital de Caridade da cidade, Vilmar Santos, foram presos na manhã desta segunda-feira (8) pela Polícia Civil. Eles estão entre os alvos da Operação Caritas, deflagrada para o combate à corrupção no município.

O esquema é investigado desde o início do ano, em razão de suspeitas quanto ao desvio de materiais de construção na instituição de saúde. Desde então, as autoridades descobriram um esquema de fraude de orçamentos para a contratação com a prefeitura, em que eram beneficiadas empresas de fachada ligadas a agentes políticos.

Ao todo, 175 agentes foram mobilizados pela força-tarefa, que consiste em 176 ordens judiciais. As sedes do Legislativo, Secretaria de Obras, Secretaria de Turismo e o próprio hospital foram vasculhadas, assim como endereços em Porto Alegre, Gramado, Canoas, Novo Hamburgo, Bom Princípio, Balneário Camburiú (SC) e Itajaí (SC).

Além da prisão do presidente da Câmara e do secretário de Obras de Canela, a polícia determinou o afastamento cautelar do secretário de Turismo, do secretário-adjunto de Obras e de um servidor da mesma pasta. A suposta organização criminosa permanecerá sob investigação da corporação.

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.
Utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, de acordo com a nossa Página Inicial e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Prosseguir