Quinta-feira, 27 de Janeiro de 2022
Telefone: (54) 3332-1699
Whatsapp: 054 9 9715-2658
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Chuva
24°
18°
21°C
Não-Me-Toque/RS
Chuva
Ao Vivo:
Cultura e lazer

Aquarelas da Vida: conheça o retrato de Mariazinha, primeira residente do Lar do Idoso

Aquarelas da Vida: conheça o retrato de Mariazinha, primeira residente do Lar do Idoso
Obra de Ildemar Florêncio (DImas)
10.12.2021 16h45  /  Postado por: A Folha
Por Helaine Gnoatto Zart

As obras de artes doadas por artistas já estão ornamentando as paredes do Lar do Idoso São Vicente de Paulo, instituição que atende 40 residentes em Não-Me-Toque.

A presidente Loraine Becker apresentou as obras durante live na manhã desta sexta-feira (10). A obra e os artistas também podem ser conhecidos na série de reportagens publicadas pela Folha no jornal impresso, no site (Afolhadosul.com.br) e na live pelo Facebook Rádio A Folha. Ainda, poderão ser admirados durante uma visita à instituição.

A doação das obras foi uma iniciativa da artista Heloisa Paim, que convidou Dimas Florêncio, Rose Pádua, Madalena Spagnolo, Maria Adalete Ruwer, Ignez Cheuiche Sanchez e Berenice Terezinha Anschau para participar. 

Dimas captou a pureza da Mariazinha

Artista bem-sucedido e reconhecido pela sua obra, Dimas Florêncio pintou a mulher que foi uma das razões pelas quais os Vicentinos criaram o que chamaram de “asilo”, no ano de 1974.

Mariazinha é a residente mais antiga do Lar, está desde o início, junto com sua irmã, já falecida. As duas nasceram sem o dom da fala. De família em extrema pobreza, quando a mãe morreu, ficaram sem assistência, sendo então acolhidas na instituição criada pelo grupo de jovens da Igreja Católica.

Mariazinha ainda mora na instituição, sua idade estimada é 102 anos. Sua alegria e carisma são conhecidos por todos. Até alguns anos atrás, ainda costurava as roupas para suas bonecas. E são muitas bonecas com as quais divide o quarto e o guarda-roupas. Também tem um gosto especial por adereços como pulseiras, colares e anéis, além de batom. Sempre foi muito fácil deixar a Mariazinha feliz. Um presentinho ou a simples atenção já provocam um largo sorriso em suas faces.

Ildemar Florêncio (Dimas), vive da sua arte desde os anos 90. Natural de Ronda Alta (RS), autodidata, aos 9 anos de idade manifestou interesse pela arte, expressando-a através do desenho e da pintura. Mudou-se de Não-Me-Toque para Porto Alegre em 1987, onde abriu atelier. Ministra cursos e seminários desde 1990.

Participou de exposições no Brasil, Uruguai, Argentina, Itália, França, Portugal e México. E também ministrou aulas em alguns destes países. 

 

Confira as outras obras e as artes dos próprios residentes do Lar assistindo a nossa live: https://fb.watch/9Pq4y1Tpqc/

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.
Utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, de acordo com a nossa Página Inicial e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Prosseguir